Publicidade

Jaguar equipa XE, XF e F-PACE com novo motor

Texto: Miguel Policarpo
Data: 28 de Junho, 2017

O novo motor da Jaguar de 2.0 l, com potência de 300 cv e binário de 400 Nm, chega às gamas XE, XF e F-Pace, com as duas berlinas a acelerarem dos 0 aos 100 km/h num tempo inferior a 6 segundos.

Os modelos XE, XF e F-Pace recebem o novo motor de 2.0 l a gasolina, com 300 cv e binário de 400 Nm, que permite prestações próximas dos 6 segundos na aceleração dos 0 aos 100 km/h nos três automóveis. O novo motor da Jaguar, pertencente à família Ingenium e com o código p300, dispõe da recente tecnologia da Jaguar Land Rover ao nível dos turbo-compressores, de entrada dupla e com rolamentos em cerâmica, o que permite a redução do atrito, e um compressor de alto fluxo, que aumenta o rendimento.

De acordo com a marca, a berlina empresarial Jaguar XF, de tração integral, acelera dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,8 segundos. A Jaguar ressalva ainda que o consumo de combustível médio é de 7,2 litros aos 100 km e que as emissões de CO2 se fixam nos 163 g/km – combinando a eficiência, o rendimento e as prestações.

Em relação ao F-pace, o SUV que receberá dia 13 de julho o irmão mais novo E-Pace, demorará 6 segundos certos dos 0 aos 100 km/h e a média de consumo de combustível situa-se nos 7,7 litros aos 100 km. Em referência à berlina desportiva Jaguar XE, o fabricante de Inglaterra divulga que este modelo retira 3 centésimos no tempo dos 0 aos 100 km/h em comparação ao XF, subindo o ponteiro do velocímetro até aos 100 km/h em apenas 5,5 segundos. Tanto a média de consumo como as emissões reduzem-se para os 6,9 litros e os 257 g/km de c02, respetivamente.

O novo motor da Jaguar já está disponível para encomenda e completa o investimento da marca nos três modelos, destacando-se, no início do ano, as entradas dos novos motores na gama Ingenium: o de 200 cv, no XE e XF, e o de 250 cv, presente nesses dois modelos e também no F-Pace. Aos propulsores a gasolina foi adicionado o motor biturbo diesel de 2.0 l e com 240 cv de potência, um aumento de 60 cv em relação ao motor que a Turbo teve oportunidade de testar, no frente-a-frente do Jaguar XE com o BMW 520d.