Publicidade

Ainda para este ano. Mercedes renova gama CLA com enfoque híbrido

Texto: Francisco Cruz
Data: 19 de Janeiro, 2023

A Mercedes-Benz acaba de desvendar a mais recente atualização da gama CLA, cujas novidades mais emocionantes estão, no entanto, longe dos olhares e debaixo do capot. Mais concretamente, num aumento das capacidades da motorização híbrida 250e.

A atualização, que abarca tanto o CLA Coupé, como a CLA Shooting Brake, começa, no entanto e como não poderia deixar de ser, com algumas alterações no capítulo estético, a começar por uma nova grelha frontal, acrescida de ópticas, a partir de agora em LED, mas também novas core exteriores. Sendo que, no caso das versões AMG, a novidade passa, ainda, pela disponibilização da grelha Panamericana, já não apenas no 45, como também no 35.

A renovada gama CLA
A renovada gama CLA

Em termos de jantes para as versões standard, uma oferta centrada em rodas de 17″, embora o cliente também possa optar por outras opções, com dimensões até 19″.

Já no habitáculo, a renovação passa por um maior uso de materiais reciclados, com os níveis de equipamento mais baixos a exibirem um painel de instrumentos digital de 7″ e um ecrã central de 10,25″, enquanto, os mais completos, garantem, de série, dois ecrãs de 10,25″.

Independentemente da versão, a certeza não somente de um reforço do equipamento de série, como também do desaparecimento do já antiquado trackpad, que servia de apoio ao sistema de infoentretenimento MBUX. Neste caso, por troca com mais espaço de arrumação na consola.

O renovado CLA perde o tradicional touchpad para ganhar maior arrumação na consola
O renovado CLA perde o tradicional touchpad para ganhar maior arrumação na consola

Já opcional sistema de som de última geração Burmester, passa a contar com som surround Dolby Atmos.

Motorizações com novidades maiores

Contudo, maiores novidades, debaixo do capot e, em particular, nas motorizações híbridas, com, por exemplo, o CLA 250e de 163 cv a ver aumentada a potência debitada pelo motor elétrico para 109 cv, ou seja, mais 7cv que até aqui. Ao passo que a bateria, que até aqui só suportava cargas AC de apenas 7,4 kW, passa a poder ser carregada com potências até 11 kW.

LEIA TAMBÉM
Mercedes despede-se da época de F1 com edição limitada do AMG SL 63

Já no caso de recorrermos a um posto de carga rápida (DC), a pequena bateria de 15,6 kWh continua a suportar cargas até não mais que 22 kW, o que faz com que leve pelo menos 25 minutos a recuperar entre 10 e 80% da capacidade. Sendo que, a partir daí, deverá ser capaz de percorrer até 82 km em modo exclusivamente elétrico.

Quanto à aceleração, o 250e anuncia uma capacidade de aceleração dos 0 aos 100 km/h em 7,6 segundos, ao passo que a Shooting Brake adiciona um décimo de segundo a esse tempo.

Recordar, ainda, que, além desta motorização, a gama CLA deverá continuará a ser disponibilizada com outras opções de motores, desde o quatro cilindros que impulsiona as versões 180 e 200, até ao 2,0 litros que equipa os 220 e 250, além de três blocos turbodiesel, com potências que variam entre os 116 e os 190 cv.

Equipado com sistema elétrico de 48V, o AMG CLA 35 mantém, no entanto, a potência e aceleração
Equipado com sistema elétrico de 48V, o AMG CLA 35 mantém, no entanto, a potência e aceleração

Finalmente e no caso específico do AMG CLA 35, o qual também surge hibridizado, através da integração de um sistema elétrico de 48V com motor de arranque/gerador, ao invés do sistema híbrido plug-in utilizado noutros modelos, tanto a potência (306 cv), como o binário (400 Nm), mantêm-se inalterados, o mesmo acontecendo com a aceleração dos 0 aos 100 km/h, fixada nos 4,9s. Mais do que isto, só mesmo subindo um degrau e optando pelo CLA 45, com 421 cv e uma aceleração em apenas 4,1 segundos.

Chega ainda este ano

Embora a Mercedes-Benz ainda não tenha divulgado qualquer atualização dos preços, em resultado desta renovação, é expectável que o novo CLA chegue aos concessionários, muito provavelmente, ainda durante a primeira metade de 2023.