Mobieco

Publicidade

Já para esta década. Mercedes quer converter todas as fábricas para EV

Texto: Francisco Cruz
Data: 23 de Fevereiro, 2022

Apostada na transição para a Mobilidade Eléctrica, a Mercedes-Benz está já a trabalhar no sentido de concluir uma transformação das suas fábricas, para que passem a produzir apenas veículos elétricos (EV). Já na segunda metade desta década!

Hoje em dia a fabricar os novos EV que vai lançando no mercado, lado-a-lado com as versões equipadas com motores de combustão, a Mercedes-Benz dá mostras de querer acelerar a sua transição para a Mobilidade 100% Elétrica. Nomeadamente, transformando as unidades de produção já instaladas, em fábricas exclusivas para veículos elétricos.

A revelação é feita numa entrevista à agência noticiosa Reuters, pelo chefe de produção da Mercedes-Benz, Joerg Burzer, o qual recorda que, “construir uma nova fábrica para veículos elétricos a bateria, de raiz, é algo que leva tempo”. Motivo pelo qual “vamos, certamente, assistir à criação, nos próximos anos, de algumas linhas de montagem exclusivas para veículos elétricos… tal com veremos fábricas completas a serem transformadas para produção exclusiva de veículos elétricos”. Precisando, mesmo, que tal será “algo que deverá ter lugar durante a segunda metade desta década”.

Segundo declarações do chefe de produção da marca da estrela, a Mercedes deverá converter as suas fábricas, para fabrico exclusivo de EV, ainda durante esta década
Segundo declarações do chefe de produção da marca da estrela, a Mercedes deverá converter as suas fábricas, para fabrico exclusivo de EV, ainda durante esta década

Recordar que, só em 2021, a Mercedes-Benz vendeu um total de 2.054.962 veículos em todo o mundo, sendo que, deste número, 2,3% foram automóveis 100% elétricos e 11% foram híbridos plug-in. Percentagens que, acreditam os especialistas, deverão crescer ao longo dos próximos anos, com a marca da estrela a apontar, mesmo, como objectivo, chegar a 2025, com os EV e PHEV a representarem já 50 por cento das suas vendas.

LEIA TAMBÉM
Mercedes-Benz Classe C. Conheça as seis gerações expostas na C. Santos

Ainda em declarações à Reuters, o mesmo Joerg Burzer recorda que, atualmente, a Mercedes-Benz produz todas as baterias utilizadas nos seus veículos elétricos, em Sindelfingen. De onde, depois, as envia para as restantes fábricas, tanto na Alemanha, como na Hungria, para serem montadas nos veículos.

Contudo, no futuro, o objectivo passa por colocar a montagem e produção de baterias, próximo das fábricas onde os veículos são montados.

Entretanto, a marca alemã prepara já as primeiras entregas daquele que será o seu próximo modelo 100% elétrico, o Mercedes-Benz EQE. O qual começará por ser produzido, ainda este ano, na fábrica de Bremen, Alemanha, seguindo-se, lá mais para a frente, a sua expansão para as fábricas de Pequim, na China, e de Tuscaloosa, nos EUA.

A fábrica da Mercedes-Benz em Tuscaloosa, EUA, será uma das unidades de onde sairá o novo EQE
A fábrica da Mercedes-Benz em Tuscaloosa, EUA, será uma das unidades de onde sairá o novo EQE

Uma vez com o EQE em produção nas três latitudes, tal permitirá, conforme recorda o chefe de produção da Mercedes-Benz, “entrar num segmento que já nos permitirá entregar volumes muito maiores”, contribuindo para um maior escalamento dos custos de produção de elétricos.