Mobieco

Publicidade

Mercedes-Benz EQG. Conhecidas primeiras caraterísticas técnicas

Texto: Carlos Moura
Data: 22 de Novembro, 2022

As primeiras caraterísticas técnicas do novo Mercedes-Benz EQG já foram dadas a conhecer pela marca alemã, embora não tenham sido adiantados muitos detalhes específicos de um modelo que só deverá chegar ao mercado em 2024.

A Mercedes-Benz já iniciou o programa de testes de durabilidade com os protótipos do SUV elétrico EQG, que consiste na versão elétrica do Classe G. Apresentado originalmente no Salão de Munique de 2021, este modelo vai ser o nono elétrico dedicado da marca alemã.

Baseado na mais recente geração do Classe G e com o nome de código interno W463, o EQG utiliza uma versão modificada do chassis de travessas e longarinas dos modelos de combustão interna. O design exterior da carroçaria também é semelhante, com as suas formas retilíneas e quadradas.

A linha motriz do EQG é constituída por quatro motores elétricos, tendo sido montado um em cada roda. O objetivo é assegurar uma combinação sem paralelo entre prestações, quer em todo-o-terreno, quer em estrada.

A Mercedes-Benz ainda não divulgou valores relativos à potência e binário, mas fontes da marca alemã citadas pela Autocar referem que poderão haver modelos com diferentes potências, incluindo uma versão AMG capaz de rivalizar com o motor V8 biturbo de 4,0 litros com 585 cv.

Um motor elétrico por roda

Os motores elétricos dianteiros estão montados numa posição baixa em cada lado dentro do eixo. Os motores elétricos traseiros estão integrados no novo eixo traseiro concebido especificamente para o EQG, tendo sido escolhido para proporcionar uma boa tração e flexibilidade à suspensão.

Cada motor elétrico também poderá proporcionar tração individual a cada roda, graças a uma caixa mecânica de duas velocidades, que oferece gamas altas e baixas.

LEIA TAMBÉM
Promessa de CEO. Mercedes-Benz EQG vai oferecer uma “performance fenomenal”

Juntamente com os modos de estrada Eco, Comfort e Sport, o novo Classe G vai disponibilizar três modos de todo-terreno: Trail, Rock e Sand. Um modo adicional extra-lento possibilitará a condição numa velocidade pré-determinada em fora de estrada.

Para facilitar as prestações em todo-o-terreno, os quatro motores permitirão assegurar três bloqueios de diferencial (um em cada eixo e outro na caixa de transferências). à semelhança da versão de combustão. Em condições extremas, uma só roda conseguirá manter a tração e avançar.

Rodar 360º

Além disso, o EQG vai contar com a função G-Turn, ativada por um botão no painel de bordo, que faz com que os motores elétricos de um lado movimentem as rodas para a frente e as opostas em sentido oposto, permitindo rodar 360º.

A linha motriz elétrica integra uma bateria montada no piso e por baixo do banco traseiro, que deverá oferecer uma capacidade de aproximadamente 100 kWh. Para proteger nas condições mais exigentes em todo-o-terreno, a bateria está albergada numa caixa fechada, possibilitando mesmo ao EQG passar por águas profundas. O estrutura de aço também recebe uma camada adicional num composto em fibra de carbono para proteger contra rochas e outros impactos.

Mercedes-Benz Concept EQG

Uma vantagem adicional desta localização da bateria consiste num centro de gravidade mais baixo, inferior ao do Classe G. Se o programa de desenvolvimento for cumprido dentro dos quatro anos previstos (começou há dois anos), o Mercedes-Benz EQG deverá chegar ao mercado em 2024.