Mobieco

Publicidade

Protótipo da Lynk & Co antecipa nova linguagem de design

Texto: Carlos Moura
Data: 7 de Junho, 2022

A Lynk & Co revelou o protótipo de um GT de quatro portas que antecipa a nova linguagem da marca de luxo da Geely. O sistema de propulsão é assegurado por uma linha motriz híbrida plug-in.

A luxuosa marca chinesa Lynk & Co, detida pela Geely e que já tem uma gama de veículos eletrificados que estão à venda na Ásia e em alguns países europeus, está a preparar o desenvolvimento de novos modelos. 

O construtor chinês apresentou um novo protótipo durante a Conferência de Primavera / Verão que deixa antever a orientação futura de design da Lynk & Co.

O protótipo é descrito como um GT de quatro portas movido a novas energias e as suas formas são de um grande liftback futurístico com portas suicidas. A secção frontal mantém-se fiel à linguagem de design da marca com os seus grupos óticos verticais finos, mas o resto da grelha é radicalmente diferente. 

Existe um painel angular que serve como grelha do radiador, que está no centro de duas grandes entradas de ar no pára-choques. A secção inferior do pára-choques acomoda os sensores do veículo.  

Linhas aerodinâmicas

A parte lateral carateriza-se pelo aspeto muscular com grandes cavas das rodas que escondem jantes de liga leve otimizadas aerodinamicamente. A linha de tejadilho é baixa e termina numa traseira esguia e desportiva, com uma faixa em LED que estabelece uma ligação horizontal com os farolins traseiros.

O pára-choques traseiro tem um difusor com uma forma semelhante à lamela do pára-choques dianteiro. Um grande tecto panorâmico assegura a cobertura entre o capot e o meio da secção traseira.

LEIA TAMBÉM
Venda, aluguer ou car-sharing. Lynk & Co 01 na Europa enquanto forma de mobilidade

O interior será talvez o mais estranho, já que a coluna da direção integra o volante e um pequeno painel de instrumentos. Na parte central está localizado um ecrã de maiores dimensões para o sistema de infoentretenimento. Uma consola flutuante cria uma atmosfera espaçosa num habitáculo que possui quatro lugares individuais.

A Lynk & Co não avançou com muitos pormenores técnicos acerca do protótipo, mas sempre adiantou que terá uma linha motriz híbrida plug-in, com um motor de combustão ligado às rodas dianteiras, enquanto o elétrico está montado no eixo traseiro.