Publicidade

Luís Simões. Quatro novos centros logísticos na Península Ibérica

Texto: Carlos Moura
Data: 27 de Maio, 2024

Operador logístico de referência na Península Ibérica, a Luís Simões abriu quatro novos centros, dos quais três em Portugal e um em Espanha.

A Luís Simões reforçou a sua presença na Península Ibérica com a abertura de quatro centros de operações logísticas, incluindo três em Portugal – Algoz, Azambuja e Albergaria – um outro em Barcelona, na Catalunha.

Os novos centros cobrem diferentes operações como armazenagem, preparação de encomendas, co-packing, gestão de entreposto fiscal e suporte à rede de distribuição ibérica do maior operador português de logística e transporte.

As novas instalações ocupam uma área total construída superior a 37 000 m2 e permitem a gestão de mais de 42 mil paletes. Além disso permitiram a criação de 70 postos de trabalho em áreas diferentes. Esta expansão veio oferecer uma maior eficiência e flexibilidade aos clientes que procuram soluções logísticas de alto rendimento.

Em Portugal, a Luís Simões reforçou a sua atividade na Azambuja, com uma nova plataforma de 20 000 m2 e capacidade de armazenagem de 24 600 paletes. As instalações receberam as mais recentes tecnologias, bem como 22 plataformas que permitem cargas e descargas simultâneas, tendo já permitido a gestão de aproximadamente meio milhão de paletes e a movimentação de cerca de 17 mil veículos desde a sua abertura a 1 de março de 2023.

Instalações no centro e no sul

O Grupo Luís Simões abriu um outro armazém em Albergaria, no centro do país. Contando com uma superfície de 8497 m2 dispõe de espaços para receção, armazenamento, picking, embalamento e envios. Este centro de operações logísticas oferece a gestão de 8287 paletes e possui 11 520 locais para caixas.

LEIA TAMBÉM
Luís Simões já tem 17 megacamiões em operação

Para proporcionar um melhor posicionamento geográfico no sul do país, o Grupo Luís Simões abriu uma plataforma em Algoz com 4060 m2 de área útil e capacidade para movimentar 4000 paletes. Esta instalação permitiu o aumento do espaço de armazenagem, incluindo produtos que requerem temperatura controlada.

Operações no setor das bebidas em Barcelona

Por seu lado, o centro de operações logísticas de Barcelona tem como atividade principal o setor das bebidas.As instalações têm uma capacidade de armazenamento de até 5000 paletes e dispõe de 3700 m2 dedicados à entrada de material, controlo de stocks, preparação de encomendas, realização de inventários, co-packing e distribuição e gestão de produtos em regime fiscal. 

A sua localização estratégica no Parc Logístic de la Zona Franca favorece a proximidade ao crescimento de negócios das empresas do setor.

“Em 2023, estabelecemos o objetivo de continuar a aumentar o nosso volume de negócios e, para isso, era fundamental continuarmos a expandir a nossa rede operacional com novos centros logísticos comenta Luís Freitas, diretor-geral de logística da Luís Simões”. “Fizemo-lo, e os resultados superaram todas as nossas expectativas. Disfrutamos agora de melhores condições para conseguirmos dar resposta às necessidades dos nossos clientes, oferecendo a excelência e o nível de serviço que requerem,” sublinha o responsável.