Koenigsegg One:1 destruído em Nurburgring renasceu

Texto: Nuno Fatela
Data: 29 Março, 2019

A marca apresentou imagens na sua fábrica onde revela que o carro que sofreu um enorme acidente no Inferno Verde foi recuperado.

Muitas afirmações foram feitas sobre as performances do Koenigsegg One:1 desde que o carro foi apresentado. Mas, sabendo que o topo da tabela de tempos em Nurburgring é, provavelmente, a maior afirmação de poder que um superdesportivo pode fazer, em 2016 a marca levou um exemplar da reduzida produção até à Alemanha para “umas voltas”. Mas este carro, que até já tinha dono, sofreu um grande acidente e acabou em bastante mau estado. Agora, passados quase três anos de “fisioterapia e operações estéticas”, a Koenigsegg recuperou o One:1 destruído em Nurburgring.


Sabia que o One:1 obrigou a Direção Geral de Viação germânica a reformular o sistema de inscrição de novos automóveis em 2014, pois apenas estava preparada para registar automóveis com potências de três dígitos (até 999 cv)?

Realmente foi uma pena o acidente sofrido pois, como referiu Christian von Koenigsegg, o recorde estava ao alcance deste bólide com 1360cv… e 1360 kg. Mas, muito provavelmente, a oportunidade passou e não deverá haver nova tentativa do One:1 no Inferno Verde. Primeiro porque duvidamos que o proprietário esteja disposto a correr o risco de ver o seu carro novamente destruído por algum azar na tentativa. Depois, porque com a revelação do Jesko no último Salão de Genebra, provavelmente será o novo modelo da marca sueca a ter a prioridade no ataque ao mais exigente circuito do planeta.

 

 

Veja também:

Jesko é o sucessor do Agera RS
Vídeo: como é feito o crash-test de um Koenigsegg Regera
Recorde de Nurburgring estava ao alcance da Koenigsegg
Escute o som do CCX e maravilhe-se…

 

Fonte: Koenigsegg, via Road&Track

Foto: Instagram Koenigsegg

Partilhar