Mobieco

Publicidade

Jaguar Land Rover quer reduzir emissões em mais de metade até 2030

Texto: Francisco Cruz
Data: 6 de Abril, 2022

Numa altura em que todo o sector automóvel procura reduzir a sua peugada ambiental, a Jaguar Land Rover acaba de anunciar os seus objectivos de sustentabilidade para 2030. Os quais, revela agora o fabricante, passa por reduzir as emissões de gases de efeito de estufa em 46% naquelas que são as suas operações internas e produção de veículos, assim como em 54% por veículo, na sua cadeia de valor.

O anúncio, feito através de comunicado divulgado esta terça-feira, revela ainda que a Jaguar Land Rover tem, igualmente, como meta, reduzir em 60% as emissões de cada veículo, já durante a fase de utilização.

Também através destas metas, aprovadas pela iniciativa Science Based Targets (SBTi), o fabricante britânica acredita que será possível reduzir 1,5 graus centígrados nas emissões, conforme estabelecido no Acordo de Paris.

Concretizados estes objectivos, a Jaguar Land Rover fixa, desde já, uma segunda etapa, a levar a cabo na década seguinte, até ao final de 2039, e que passa por atingir a neutralidade nas emissões, em toda a sua cadeia de fornecedores, produtos e operações. Desafio integrado na estratégia Reimagine e que, para o conseguir, o fabricante promoverá a descarbonização no design e materiais, operações de produção, cadeia de fornecedores, eletrificação, estratégia para baterias, processos de economia circular e tratamento no final da vida útil.

LEIA TAMBÉM
Depois do PHEV. Land Rover Defender a hidrogénio inicia testes ainda este ano

A importância do Sustainability Director

Com o propósito de acompanhar toda esta transformação, a companhia criou, igualmente, uma nova função, intitulada Sustainability Director, para a qual nomeou Rossela Cardone, a qual terá por missão auxiliar François Dossa, o Director Executivo para a Estratégia e Sustentabilidade.

“A sustentabilidade é a chave da nossa estratégia Reimagine, cuja meta é atingir a neutralidade de carbono antes de 2039, enquanto criamos os veículos modernos de luxo mais cobiçados do mundo”, afirma a nova Directora e Responsável pela Gabinete de Sustentabilidade da Jaguar Land Rover, Rossela Cardone. Acrescentando que, “ao passarmos de uma ambição climática à ação, temos de integrar a sustentabilidade no ADN da Jaguar Land Rover para minimizar a pegada de carbono em toda a nossa cadeia de valor”.

A terminar, recordar, apenas, que a jaguar Land Rover anunciou, pela primeira vez, o seu compromisso para com a iniciativa SBTi, integrada no seu apoio à COP26, a conferência sobre as alterações climáticas realizada em novembro de 2021.