Publicidade

Iveco. Projetos promovem vantagens do gás natural e da redução da pegada de carbono

Texto: Carlos Moura
Data: 18 de Agosto, 2021

A Iveco lançou várias iniciativas para promover as vantagens do gás natural e a sustentabilidade nos transportes. Os programas Iveco Ambassador, “Plant the Future” ou “Plant-My-Tree” são alguns exemplos do trabalho que está a ser desenvolvido pela marca na área do ambiente e da redução da pegada de carbono.

Com o objetivo de dar voz aos clientes, entusiastas e parceiros que partilham os valores da Iveco sobre diferentes temas, a marca italiana lançou o programa Ambassador. A primeira iniciativa está relacionada com a sustentabilidade e tem o objetivo de elevar o perfil do gás natural veicular e sublinhar o compromisso com o ambiente.

Os primeiros embaixadores Iveco foram selecionados por serem transportadores que partilham a aposta no gás natural e contribuem para a diminuição do impacto no ambiente através da operação de veículos Iveco movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL) ou biogás liquefeito (bio-GNL) na sua frota.

Este projeto procura dar voz a esses operadores, que têm a oportunidade de transmitir a sua experiência com o gás natural, assim como os benefícios resultantes para a sua atividade. O projeto foi lançado nos mercados onde o gás natural está mais amplamente disponível, como Itália, França e Reino Unido.

Projetos de reflorestação

Igualmente ligado à sustentabilidade é o projeto de reflorestação “Plant the Future” para a redução do carbono e baseado em parcerias com organizações para plantação de uma floresta internacional Iveco, constituída por projetos de plantação em diferentes países.

Nesse âmbito, a Iveco irá plantar uma árvore por cada camião novo S-Way e Stralis NP vendidos na Alemanha, através do projeto de reflorestação “Plant-My-Tree”, criado para compensar as emissões de carbono. O objetivo consiste na plantação de pelo menos mil árvores para compensar as mais de 1237 toneladas de dióxido de carbono nos próximos 99 anos.

Em Itália, a Iveco associou-se à plataforma de comércio eletrónico Treedom, que plantará 300 árvores, 30 naquele país e as restantes noutros locais do planeta. Algumas destas árvores serão dedicadas aos Embaixadores Iveco dos respetivos países, os quais irão receber um código que lhes permitirá escolher a sua árvore e onde a plantar. 

Já na Polónia foi estabelecida uma parceria com a Ecobal, organização dedicada à protecção das florestas, que irá plantar 5.000 mudas de árvores num terreno de cinco hectares, de forma a aumentar a biodiversidade da área e apoiar a compensação pelas emissões de CO2. 

Biometano vai crescer

“Na Iveco, acreditamos que o gás natural tem um papel fundamental a desempenhar no caminho para os transportes ‘zero carbono’. Nos transportes de longo curso, esta tecnologia de propulsão alternativa é a solução actualmente disponível e amadurecida, capaz de de reduzir o impacto ambiental do sector dos transportes”, afirma Giandomenico Fioretti, Diretor de Propulsões Alternativas da Iveco. 

LEIA TAMBÉM
Grupo Arcese integra 20 Iveco S-Way NP 460 GNL na sua frota

“Este impacto positivo pode ser ainda mais importante com o biometano”, sublinha o responsável da Iveco. “Atualmente, o biometano é responsável por 17% do gás natural utilizado nos transportes. A sua importância deverá crescer significativamente nos próximos anos, à medida que entram em funcionamento novos postos de abastecimento, e com uma maior divulgação dos seus benefícios. Através de iniciativas como o programa Iveco Ambassador, pretendemos aumentar a consciência das vantagens do biometano para os transportadores”, conclui Giandomenico Fioretti.