Mobieco

Publicidade

Hyundai e Apple em conversações para parceria na mobilidade elétrica?

Texto: Carlos Moura
Data: 8 de Janeiro, 2021

O valor das ações do Hyundai Motor Group disparou 20% da noite para o dia após o anúncio de conversações com a Apple para a construção de um automóvel elétrico, embora o construtor sul-coreano tenha depois recuado nessa reivindicação.

Num comunicado enviado ao Financial Times, a Hyundai refere: “A Apple e a Hyundai estão em discussões, mas numa fase muito inicial, pelo que nada está decidido.” Não obstante, o valor do construtor aumentou para 7,2 mil milhões de euros a seguir ao anúncio.

A Hyundai reviu o seu comunicado numa nota à supervisão, afirmando que estava em conversações com “várias empresas” para o desenvolvimento conjunto de veículos elétricos autónomos, mas não mencionou a Apple. A gigante tecnológica norte-americana ainda não fez qualquer comentário público. 

LEIA TAMBÉM
Apple está a preparar lançamento de automóvel autónomo em 2024

As notícias acerca das conversações entre dois gigantes surgem apenas duas semanas depois da Apple ter expressado a sua renovada ambição para produzir em série o seu próprio veículo elétrico, um protótipo que tem vindo a ser desenvolvido sob o nome de código “Project Titan” desde 2014.

A colaboração entre as duas empresas permitira à Apple aceder a nova arquitetura elétrica E-GMP da Hyundai, com tecnologia de 800V e uma autonomia de quase 500 quilómetros. 

Software e tecnologia de bateria da Apple

Qualquer automóvel elétrico da Apple deverá utilizar a sua própria tecnologia de baterias “monocélula”, que recorre a células maiores para disponibilizar packs de bateria com maior densidade energética e um maior alcance.

A tecnológica norte-americana poderá estar a estudar a utilização de baterias de fosfato de ferro-lítio em vez de iões de lítio, pois têm menos tendência de sobreaquecimento.  

Enquanto o software e a tecnologia da bateria utilizada em qualquer automóvel da Apple devam ser desenvolvidos pela própria empresa norte-americana, a ligação à Hyundai permitiria aceder a um fornecedor externo, evitando um acréscimo de custos e de investimento na implementação do seu próprio hardware. 

Ainda está por confirmar a entrada da Apple no mercado automóvel. A empresa tinha previsto o lançamento em 2024, mas o Financial Times cita uma publicação coreana – detida em parte pela Hyundai – que aponta a introdução do automóvel elétrico da Apple para 2027.