Ferrari híbrido de produção planeado para 2019

Texto: Nuno Fatela
Data: 11 Março, 2018

Depois do exclusivo LaFerrari, de produção limitada, o primeiro Ferrari híbrido de produção em série deve estar disponível a partir de 2019. E com a promessa é de que os condutores não vão sentir saudades dos desportivos apenas com motores de combustão…

O Salão de Genebra é palco para a apresentação de múltiplas novidades. Mas é também um local para ficar a saber os planos para o futuro das várias marcas, pois são vários os altos responsáveis que marcam presença no local. Uma das principais novidades foi da Ferrari, que confirmou estar a preparar para meados de 2019 o seu primeiro híbrido de produção em série. Sem dúvida uma boa notícia para os clientes da marca que não conseguiram entrar nas restritas listas de acesso para compra do LaFerrari e LaFerrari Aperta, que agora não correm o risco de ver o seu interesse esbarrar na exclusividade das 500  e 210 unidades, respetivamente, destes pioneiros (a variante desenvolvida para as pistas, o FXX-K, é ainda mais limitada).

 

Foi o próprio CEO, Sergio Marchionne, a confirmar que já estão a decorrer testes a um Ferrari híbrido com base num bloco V8. E, como o atual oito cilindros, utilizado no 488 e no Portofino ganhou as duas últimas edições de Motor Internacional do Ano, esta é provavelmente o melhor ponto de partida que poderia existir. A solução deverá passar por uma ligação entre este bloco e um motor elétrico, em detrimento do sistema de recuperação de energia trazido da F1 para o LaFerrari. Mas a promessa é de que os condutores ficarão totalmente convencidos. Questionado se os clientes sentiriam a falta dos V12,  Marchionne deixa a questão “Já conduziram um Ferrari híbrido? Quando o fizerem, de certeza que não vão ter saudades dos V12”.

Uma das razões para o surgimento deste Ferrari híbrido está nos exigentes limites de emissões impostos futuramente. De momento a marca produz menos de 10.000 unidades anuais, pelo que está isenta das legislações europeias relativas ao CO2, mas com o planeado aumento do volume isso deixará de existir. Entre as possibilidades para a estreia do motor híbrido na Ferrari está um modelo que poderá ser bastante importante na estratégia de crescimento, o futuro SUV que foi confirmado como aposta da marca.

 

Fonte: Autocar