Este é o som do motor do Aston Martin Valkyrie

Texto: Nuno Fatela
Data: 3 Outubro, 2018

O Vv12 6,3l acordou, e este é o roncar do motor do Aston Martin Valkyrie

Estão a aproximar-se tempos entusiasmantes no mundo dos superdesportivos, dada a quantidade de geniais projetos que recorrem a conhecimentos obtidos na F1 para tirar o máximo partido da hibridização das motorizações. Esquecendo o já “velhinho” LaFerrari, o pontapé de saída foi dado pela Mercedes, com o AMG-One, mas agora vêm a caminho dois rivais com origem nas ilhas britânicas. Um deles é o McLaren Speedtail, sucessor do histórico F1, a que se junta o modelo desenvolvido pela Aston Martin e a Red Bull F1, o Valkyrie. E, num nível mais acessível e com carroçaria menos extrema, temos o concept Infiniti Q60 Project Back Series que está exposto em Paris.

 

Foi precisamente o hipercarro  desenvolvido em Gaydon que agora “despertou”, com a marca a mostrar num vídeo do Twitter o ronco do V12 6,5l fornecido pela Cosworth, que deverá debitar mais de 1100cv. Mas esta parceria com uma empresa de renome para o motor do Aston Martin Valkyrie não é a única, e muitos outros famosos fornecedores de componentes para o mundo automóvel vão participar neste projeto. A caixa de velocidades automática de sete velocidades vem da Ricardo, as baterias de baixo peso têm origem na Rimac, a unidade de controlo de motor é da Bosch, o sistema de travagem da Alcon e da Surface Controls e os pneus Pilot Sport Cup2 são fornecidos pela Michelin.

O resultado final de tudo isto? Segundo as expetativas da Red Bull e da Aston Martin, será a capacidade para cumprir uma volta ao traçado de Silverstone num tempo similar ao dos F1. Mas isso poderá ser comprovado a partir de 2019, quando começarem a ser entregues os 150 modelos homologados para estrada pública do Aston Martin Valkyrie. E de forma ainda mais expressiva em 2020, quando os clientes receberem os 25 Aston Martin Valkyrie AMR Pro exclusivos para a condução em circuito.

 

Partilhar