Mobieco

Publicidade

Só 499 unidades. Charge Cars desenvolve versão elétrica do Mustang

Texto: Carlos Moura
Data: 14 de Março, 2022

A empresa britânica Charge Cars desenvolveu uma versão elétrica do Mustang, com base  na carroçaria do Fastback de 1967. O veículo terá uma imagem exterior e interior exclusiva, enquanto a produção será limitada a 499 unidades. 

Os britânicos da Charge Cars desenvolveram uma versão elétrica licenciada do Ford Mustang Fastback de 1967, que terá uma produção limitada a 499 unidades e um preço a partir de 418.250 euros (350 mil libras).

O responsável da Charge Cars, Mark Roberts, afirma que não se trata de um projeto de restauro, mas de um novo Mustang elétrico. O veículo é construído de raiz e não tem por base um veículo já existente.

O motor de combustão original foi substituído por um sistema elétrico que desenvolve uma potência máxima de 400 kW (542 cv) e um binário de 1500 Nm. Um sistema de tração integral, presumivelmente com um motor elétrico em cada eixo – ajuda o veículo a acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 3,9 segundos.

LEIA TAMBÉM
O primeiro de 300. Mustang Bullit ‘Steve McQueen Edition’ usado está à venda

O motor elétrico é alimentado por uma bateria com capacidade de 62 kWh, permitindo percorrer até 322 km antes de ser necessária ligação a um posto de carregamento para recuperar a carga. As opções de carregamento incluem modo rápido em corrente contínua a 50 kW, permitindo carregar dos 20 aos 80% em menos de uma hora.

A Charge Cars irá produzir artesanalmente cada uma das 499 unidades na suas instalações em Londres. Todos os clientes terão a possibilidade de personalizar os seus carros para expressar a sua criatividade e personalidade em cores, materiais e detalhes. 

Quer o exterior, quer o interior do Mustang elétrico mantém o espírito original do veículo, mas que conta com componentes inovadores.