Mobieco

Publicidade

Para 2022. BMW X5 a hidrogénio entra em testes de estrada

Texto: Francisco Cruz
Data: 17 de Junho, 2021

Depois do anúncio feito ainda na segunda metade de 2019, a BMW dá mais um passo na intenção de lançar um veículo movido a pilha de combustível (FCEV), com o início da fase de testes em estrada, de um protótipo BMW X5 a hidrogénio. Quanto à passagem à produção, deverá acontecer no final de 2022.

O anúncio da entrada do projecto inicialmente designado de BMW i Hydrogen NEXT, nesta nova fase de desenvolvimento, foi feito pela própria BMW, assim como a divulgação das imagens do protótipo, vestido com alguma camuflagem.

Ainda de acordo com a marca bávara, será, não apenas um, mas toda uma frota de veículos numa fase de pré-produção, que, passarão a circular por várias estradas na Europa, em condições de utilização intensiva, com o objectivo de recolher dados sobre o desempenho do sistema de propulsão fuel-cell, da tecnologia de chassis, assim como dos sistemas electrónicos presentes no veículo.

A BMW acredita que esta fase de testes em estrada aberta deverá preparar o i Hydrogen NEXT para a passagem à produção em pequenos lotes, já a partir do final de 2022.

De resto, importa recordar que a própria marca de Munique assumiu já que vê a propulsão a hidrogénio, apenas como um complemento, não apenas à Mobilidade Elétrica, como também aos motores de combustão e PHEVs.

LEIA TAMBÉM
BMW prepara propulsão a hidrogénio. X5 FCEV chega já em 2022

“A tecnologia de célula de combustível a hidrogénio pode ser uma opção atraente, em termos de sistemas de propulsão ecologicamente sustentáveis – especialmente, quando aplicados a veículos maiores”, comenta Frank Weber, membro do Conselho de Administração da BMW. Acrescentando que, “é por isso que os testes de estrada com veículos de pré-produção e sistemas de propulsão a célula de combustível a hidrogénio, constitui um marco importante nos nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento.”

Ainda de acordo com a marca alemã, o sistema de propulsão do i Hydrogen NEXT será baseado na solução instalada no iX3, com o modelo a hidrogénio a acrescentar, ao motor elétrico, a potência gerada na sequência da reação química entre o hidrogénio e o oxigénio do ar.

Graças a esta solução, o BMW i Hydrogen NEXT devera anunciar uma potência a rondar os 374 cv, valor semelhante ao anunciado pelo mais potente dos seis cilindros turbo a gasolina instalado no X5.