Publicidade

BMW quer apresentar um veículo com baterias de estado sólido antes de 2025

Texto: Redação
Data: 21 de Abril, 2021

Encaradas por muitos como a solução final e definitiva, a BMW acaba de anunciar a intenção de apresentar um veículo, equipado com baterias de estado sólido, “ainda antes de 2025”.

Mesmo sem entrar em muitos detalhes, a BMW não deixou de revelar que a aplicação desta tecnologia revolucionária, será feita, primeiramente, num veículo de demonstração. Sendo de esperar que as baterias de estado sólido venham entrar num ritmo de produção em série, até ao final da presente década.

No entender dos seus defensores e embora, até hoje, não existam muitas informações sobre o caminho seguido pelos vários fabricantes automóveis, as baterias de estado sólido podem vir a ser uma enorme evolução face à solução atualmente mais utilizada, baseada em iões de lítio. Desde logo, por anunciarem densidades energéticas mais altas, ao mesmo tempo que deverão permitir packs mais compactos e leves.

Oliver Zipse, Chairman da BMW

A par destas qualidades, as baterias de estado sólido também são apontadas como sendo mais seguras, mais fáceis de produzir, e mais baratas que as de iões de lítio.

Além de ter abordado o tema das baterias, a BMW falou ainda sobre a nova classe – “Neue Klasse” – de veículos que tem previsto lançar em meados da presente década e que, garante, serão “intransigentemente elétricos”. Socorrendo-se, para começar, dessa nova tecnologia de baterias de nova geração e que prometem ser um salto evolutivo significativo face àqueles que são os atuais EV.

LEIA TAMBÉM
Anuncia a GM. Baterias capazes de durar 1,6 milhões de km chegam em breve

Segundo o Chairman da BMW, Oliver Zipse, “queremos aumentar significativamente a densidade de energia das células e reduzir os custos de uso de material e produção ao mesmo tempo”. Acrescentando que, “também reduziremos significativamente o uso de material primário, para garantir uma bateria verdadeiramente ‘verde’. ”

Entretanto, o desenvolvimento desta tecnologia já está em andamento, sendo que a BMW está a avaliar, neste momento, os diferentes formatos de células, químicas e módulos.

Assim e se tudo correr de acordo com o planeado pelo fabricante de Munique, os EVs “Neue Klasse” apresentarão alcances e custos de fabricação idênticos aos dos veículos com motores de combustão interna de última geração.

Recorde-se que a BMW pretende chegar a 2030 com vendas globais em que 50% sejam veículos elétricos. Isto, ao mesmo tempo que prevê vir a ter cerca de 10 milhões de EVs nas estradas, durante a próxima década, número significativamente superior aos dois milhões com que espera chegar ao final de 2025.