Mobieco

Publicidade

Audi vai apanhar a Tesla, afirma CEO Markus Duesmann

Texto: Carlos Moura
Data: 13 de Julho, 2020

A propósito da corrida aos veículos elétricos, o CEO da Audi aproveitou para lançar mais uma farpa à Tesla. O executivo não acredita na liderança tecnológica da Tesla nas baterias e afirma que a Audi se está a aproximar a passos largos.

Será que os alemães estão a perder a corrida aos veículos alemães para a Tesla? Este foi um dos temas de um debate organizado pela revista germânica Focus, que contou as participações do chanceler do estado federado da Baviera, Markus Söder, e do CEO da Audi, Markus Duesmann.

O responsável máximo da marca de automóveis premium do Grupo Volkswagen rejeita essa teoria e vai mais longe ao afirmar que a Audi se “está a aproximar a passos largos” da Tesla.

Markus Duesmann, CEO da Audi

Markus Duesmann também não considera que a Tesla seja detentora da liderança no capítulo da tecnologia das baterias de iões de lítio. Esta opinião não é muito diferente da expressa pelo antigo executivo da General Motors, Bob Lutz, quando afirmava que a Tesla não tinha nada que se diferenciasse da concorrência e que qualquer um poderia criar um Pack de baterias semelhante.

As declarações de Markus Duesmann não devem levar em consideração o novo plano estratégico da marca criada por Elon Musk, denominada Tesla Battery Days, que promete uma tecnologia de bateria para um milhão de quilómetros.

Provavelmente, o CEO da Audi deverá pensar que se trata de mais uma das promessas de Elon Musk que não se deverá concretizar ou demorar demasiado tempo a ser implementada.

LEIA TAMBÉM
Audi Q4 Sportback e-tron concept

Face aos adiamentos constantes das promessas do sul-africano, Markus Duesmann até poderá alguma razão. Entretanto, a Audi já garantiu a obtenção de baterias de nova geração da SVolt ou da CATL que poderão proporcionar uma vida útil de um milhão de quilómetros.

Provavelmente, esse é outro dos motivos que deixam Markus Duesmann acreditar que a Audi irá disponibilizar os veículos elétricos mais competitivos do mercado dentro de pouco tempo.

Esta confiança é partilhada por Söder, que afirma ser um grande admirador de Elon Musk. Todavia, o primeiro-ministro da Baviera considera que os outros automóveis podem oferecer aquilo que fazem os veículos da Tesla e que a engenharia alemã poderá ultrapassar toda a concorrência.