As funcionalidades dos retrovisores digitais do Audi e-Tron

Texto: Nuno Fatela
Data: 5 Julho, 2018

Embora tenha sido o protótipo a servir de montra para o futuro conceito de habitáculo, foi já confirmado que o interior do Audi e-Tron oferece um novo patamar de digitalização graças à introdução dos retrovisores digitais neste SUV. Uma tecnologia cujas características foram explicadas agora com mais detalhe pela marca.

Cada vez mais perto de ser revelado (inicialmente estava prevista a apresentação ainda em julho, mas foi adiada depois da prisão do CEO Rupert Stadler), foram agora revelados novos detalhes sobre o veículo que dá o sinal de partida para a ofensiva elétrica da marca dos quatro anéis. O interior do Audi e-Tron foi o elemento em foco nesta nova “fornada” de informações, com o protótipo do modelo que esteve na Royal Danish Playhouse a servir de montra para a exibição de futuros atributos da versão final de produção, destacando-se a estreia mundial dos retrovisores digitais num modelo de produção.

A marca explicou as traves-mestras que guiaram o conceito do habitáculo, indicando que começou por criar um grande arco focado no condutor, onde surge um “amplo tablier com linhas horizontais pronunciadas que se enlaçam com os esculturais painéis das portas. Incorpora harmoniosamente a cobertura do Audi Virtual Cockpit, cujo elegante display parece flutuar livremente, como também acontece com os Virtual Exterior Mirror, que forma parte do equipamento opcional. Este tipo de retrovisores faz a sua estreia mundial na versão de produção do Audi e-Tron, levando o automóvel para um nível de digitalização totalmente novo”.


Saiba de que forma a Audi procura retirar vantagens da energia solar para o E-Tron


E o grande destaque neste design vai precisamente para os retrovisores digitais que surgem nas laterais. De Ingolstadt surgiram já algumas informações sobre as suas características e funcionamento, sendo indicado que estes ecrãs de 7”, que transpõem as imagens de câmaras no exterior, são ecrãs OLED de altíssima definição, que vão garantir maior conforto e segurança aos condutores. Para essas vantagens são importantes os três tipos de visão do sistema (autoestrada; estrada com curvas; estacionamento) e ainda a “qualidade do detalhe da imagem, que pode ser alterada para oferecer o campo de visão pretendido” ao fazer zoom para aumentar ou diminuir a área captada. Falta, no entanto, saber de que forma vão reagir os futuros proprietários a esta modificação, e também qual a posição dos governos relativamente a esta tecnologia, pois a sua utilização continua a ser proibida em vários países…

 

Partilhar