ACAP faz balanço de 2019. Gasolina já supera o Diesel

Texto: Filipe Bragança
Data: 11 Fevereiro, 2020

Está encerrada a conferência anual, da Associação Do Comércio Automóvel De Portugal (ACAP), que decorreu na sede de Belém, e onde foi feito o balanço do ano de 2019.

Gasolina já supera o Diesel

Pela primeira vez nesta década, a venda de veículos movidos a gasolina supera a dos Diesel. Em 2019, 50% do parque automóvel português era composto por veículos a gasolina, sendo que os Diesel representavam 48%.

De acordo com o director da ACAP, esta mudança deve-se à “informação excessiva e confusa”, difundida pelos órgãos do Governo. Ainda assim, a associação defende as motorizações Diesel em detrimento dos blocos a gasolina.

Outra nota de destaque tem de ir para os números relativos à venda de carros eléctricos e movidos a combustíveis alternativos, que em 2019 já representavam 10,8% das vendas totais em Portugal.

Desde 2016 , que estes veículos têm mostrado um crescimento exponencial, tendo duplicado a sua quota nos últimos três anos. Pelo meio destes, os mais vendidos em 2019 foram os híbridos convencionais.

Conferência anual da ACAP

Venda de carros importados aumentou

Mesmo com as questões tributárias em redor do ISV, em 2019, a venda de automóveis ligeiros aumentou 2,9% em relação ao ano anterior. E cerca de 80% destes veículos são Diesel.

A ACAP justifica estes números com a pesada carga fiscal, que incide sobre os veículos em Portugal, e que inflacionam os seus preços em relação ao resto da Europa.

A associação propõe uma harmonização fiscal sobre os automóveis na União Europeia. Além disso, a ACAP defende ainda a redução de algumas taxas “de descriminação negativa”, como são por exemplo a maior taxa de IVA na gasolina.

Painel da ACAP

Cerca de 97% dos carros produzidos em Portugal são para exportação

A ACAP destacou os resultados positivos de 2019, na óptica da produção, onde esta cresceu 17% em relação ao ano de 2018.. Portugal continua a produzir mais carros do que aqueles que matrícula, sendo que 97% da produção total tenha como destino a exportação.

A maior parte dos carros e componentes, produzidos em território nacional, tem a Alemanha como destino. Este país representa 23,3% do total de exportações deste sector. Em segundo lugar surge a França com 15,5% e a Itália com 13,3% aparece na terceira posição.

Renault continua a ser a preferida dos portugueses

Num ano marcado por uma descida de 2% nas vendas totais de veículos automóveis em Portugal, a Renault mantém a liderança do ‘Top 10 ‘ de vendas, muito graças aos modelos Clio, Captur e Megane, que aparecem nas primeiras, terceiras e sextas posições deste ranking.

Hélder Pedro, Seretário-geral da ACAP

VEJA TAMBÉM
Lisboa é a cidade mais congestionada da Península Ibérica. Pelo quarto ano.