Volvo confirma primeiro eléctrico

Texto: Diogo Borges

A Volvo Cars anunciou, no Salão Automóvel de Xangai, a intenção de fabricar o seu primeiro modelo 100% eléctrico na China. Estará à venda em 2019 e será exportado do país asiático para o mundo.

Depois de completar 90 anos no último fim de semana, a Volvo vira atenções para a próxima década e para um mercado em que sente que tem uma missão. Apesar de não ter sido avançado qualquer detalhe sobre a sua nova aposta, sabe-se que será desenvolvida no âmbito das plataformas CMA (Compact Modular Architecture) e SPA (Scalable Product Architecture).

A Volvo já tinha anunciado que o seu objectivo passa por atingir, até 2025, um total de 1 milhão de automóveis eléctricos em todo o mundo. A meta decorre de um vasto programa estratégico em que a marca coloca a sustentabilidade na base das suas operações futuras. “Acreditamos que a electrificação não é nada de novo ou que seja estranho às nossas operações, é parte integrante daquilo que nós fazemos (…). Este novo compromisso reflecte a nossa crença de que temos também de fazer crescer a nossa responsabilidade”, sublinhou Håkan Samuelsson, presidente e CEO da construtora sueca.

A decisão de produzir o seu primeiro modelo completamente eléctrico na China terá, seguramente, a ver com a directrizes da empresa mãe Geely, mas prova também o importante papel deste país asiático no desenvolvimento da mobilidade eléctrica para o futuro.

O fabricante de Gotemburgo anunciou ainda a intenção de incluir versões plug-in hybrid em toda a sua gama.

Partilhar