Toyota Celica pode estar de regresso

Texto: Nuno Fatela

O Gabinete de Patentes dos Estados Unidos recebeu um pedido da marca nipónica para voltar a registar este importante nome. Apenas uma medida de proteção ou será o Toyota Celica parte de um plano mais alargado para a gama de desportivos nipónicos?

A Toyota anunciou recentemente em solo nipónico uma nova gama de desportivos, cujo visual com assinatura da Gazoo já pode ser antevisto neste artigo hoje publicado. Nos últimos tempos começaram a circular entusiasmantes rumores sobre uma das possíveis adições para esta gama, que poderá ficar responsável por trazer de volta o mítico Celica. A ideia passa por criar modelos com maior dinâmica e performances e capazes de proporcionar mais emoções nos condutores, para balançar a imagem de racionalidade alcançada através dos eficientes híbridos, e sem dúvida que a inclusão de um nome grande como o Toyota Celica ia “assentar que nem uma luva” neste propósito…

 

Este rumor ganhou ainda mais força quando se soube que a marca tinha registado esta denominação no Gabinete de Patentes dos Estados Unidos. Após 36 anos de produção, o Celica “retirou-se” em 2006. No território americano, após uma década sem qualquer ação, as marcas perdem o direito à denominação, pelo que este novo registo pode ter sido apenas uma forma de proteger um dos nomes mais importantes na história da marca.

Mas também pode significar um regresso em grande para o Toyota Celica, integrado numa gama de desportivos onde estaria acompanhado do atual GT86 e de outro importante modelo renascido na história do fabricante nipónico, o novo Supra que surge de um projeto de desenvolvimento conjunto com o BMW Z4. Além disso, outra hipótese que tem vindo a ser avançada é a possibilidade da Toyota também recuperar o nome MR2, o que significa que esta futura gama de desportivos ficaria composta pelo referido MR2, o Celica, o Supra e o GT86. Uma verdadeira família de peso…

Partilhar