WRC confirma híbridos para 2022

Texto: Filipe Bragança
Data: 17 Junho, 2019

Será já daqui a duas temporadas que as regras do WRC vão mudar, introduzindo os veículos híbridos nas suas provas.

O Campeonato Mundial de Rallyes (WRC) irá abrir portas à revolução dos carros electrificados no espaço de apenas duas temporadas. O período de introdução destes sistemas, a que a organização apelidou de ‘sistemas híbridos suplementares’, irá compreender as temporadas de 2022 a 2025 e representa o próximo ciclo de regras de homologação dos WRC. Após esta fase de transição, a organização deverá incluir a entrada de outros sistemas eléctricos na competição, dando maior liberdade aos construtores.

De acordo com a organização do WRC, os sistemas híbridos serão utilizados nas ligações entre provas, para garantir emissões 0 durante a circulação em cidade, e ainda na obtenção de potência extra para alguns momentos das especiais. Uma das vantagens da tecnologia híbrida nesta competição é que caso de uma avaria no motor térmico, o carro pode utilizar o propulsor eléctrico para voltar às ‘boxes’ e desta forma evitar uma desqualificação. Ou, pelo menos, para poder parar o carro num lugar seguro do troço, prejudicando menos os pilotos que seguem logo atrás. Outros regulamentos prevêem o congelamento de fundos ao desenvolvimento entre 2022 e 2024, e o possível regresso aos carros de maiores dimensões em detrimento dos compactos que hoje em dia vemos no WRC.

 

Veja também:

Jaguar F-Type de ralies mostra-se numa especial do WRC
Honda Type-R de Rallye revelado em Inglaterra
Abarth 124 ‘Rally’: o escorpião salta para a terra
Nissan Leaf transformado em carro de rally

 

Fonte: Jalopnik

Partilhar