Volkswagen ID R destruiu recorde de Pikes Peak

Texto: Nuno Fatela
Data: 25 Junho, 2018

Os germânicos superaram as suas melhores expetativas, e ficaram não apenas o melhor tempo para veículos elétricos mas superaram também por um tempo assinalável a melhor marca de sempre, estabelecido por Loeb. Além do recorde do Volkswagen ID R em Pikes Peak, foram também estabelecidas novas referências em duas outras categorias.

Volkswagen pulverizou o melhor registo de sempre em Pikes Peak, e ao terminar com uma marca de 7:57.148 conseguiu retirar 16.5 segundos ao anterior recorde, estabelecido por Sebastien Loeb quando o Peugeot 208 T16 Pikes Peak terminou com 8:13.878 no ano de 2013. Além deste recorde do Volkswagen ID R em Pikes Peak, foram superados igualmente os anteriores máximos em mais duas categorias, com o Bentley Bentayga a tornar-se no melhor SUV de produção (tirando quase dois minutos ao anterior tempo de referência) e ainda o Acura TLX GT a tornar-se no alvo a abater dentro da ‘Open Class’.

No recorde do Volkswagen ID R em Pikes Peak, a escalada pelas 156 curvas do percurso foi realizada com uma média de 145,71km/h. Uma demonstração de velocidade extrema do protótipo elétrico de 680cv, também ele desenvolvido a uma velocidade vertiginosa. Afinal, foram somente sete meses para que este veículo que assinala a aposta do grupo germânico nos modelos de emissões 0 fosse finalizado, testado e capaz de dinamitar totalmente a tabela de tempos da “Corrida até às Nuvens”.

O próprio piloto que estabeleceu este tempo, Romain Dumas, confirmou que o recorde do Volkswagen ID R em Pikes Peak foi uma surpresa até para a própria marca, indicando que “superámos até as nossas melhores expetativas”. E mesmo tendo já anteriormente estado ao volante de máquinas como o Porsche 919 Hybrid que venceu Le Mans, não deixou de afirmar que este protótipo é de um calibre totalmente diferente. Segundo Dumas, “o ID R Pikes Peak é o mais impressionante carro que já guiei em competição. A motorização elétrica significa que muitas coisas são diferentes, e aprendi bastante durante o projeto”.

Além do recorde do Volkswagen ID R em Pikes Peak, a prova de montanha no Colorado também teve na Bentley uma das protagonistas. O motivo foi o Bentayga W12, com o SUV a mostrar que não é apenas um modelo de luxo para andar calmamente a passear pelas cidades, autoestradas e terra batida. Afinal, ele tornou-se no melhor SUV de produção e bateu por quase dois minutos o anterior melhor tempo. Se, fora da competição de Pikes Peak, o Range Rover Sport tinha conseguido fazer 12:35.610, agora o seu compatriota cortou a meta com o relógio a assinalar os 10:49.902. Ao volante estava o piloto Rhys Millen, um dos especialistas nesta prova muito especial.

Há ainda duas outras referências da edição de 2018 de Pikes Peak. A primeira vai para o piloto italiano Simone Faggioli. Na sua primeira aparição na montanha (nem antes tinha sequer testado no local), acabou com o segundo melhor tempo da geral. E o seu registo de 8:37.352 apenas é superado, nos carros com motores de combustão, pelo 208 T16 guiado por Loeb. Outro dos destaques foi o Acura TLX GT, que ganhou a ‘Open Class’ e colocou o seu tempo de 9:27.352 como o melhor de sempre para esta categoria. A prova deste ano acabou por ser condicionada, na fase final, pelo mau tempo, já após terem sido alcançados os quatro recordes para a geral, elétricos, SUVS de produção e Open Class.