Uber despede de mais de 400 pessoas

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 12 Setembro, 2019

A plataforma digital Uber anunciou esta semana um novo despedimento coletivo.

O anúncio foi feito após a empresa norte-americana ter revelado que falhou nas projeções de receitas e de lucros para o segundo trimestre deste ano, somando assim perdas de 5.2 mil milhões de dólares.

As áreas de trabalho mais afetadas por este despedimento vão ser a de produto e a de engenharia.

De acordo com a Bloomberg, foram estes setores de atividade que também tinham sido congelados concursos de integração de recursos humanos.

Deste modo, e segundo a mesma fonte, há cerca de 435 pessoas prestes a receber a carta de rescisão por parte da Uber, o que representa a um total de 8% de toda a força laboral da companhia.

Sobre o assunto, a multinacional liderada por Dara Khosrowshahi já emitiu um comunicado, esclarecendo os motivos desta dispensa coletiva.

“A nossa esperança com estas mudanças é melhorar a forma como trabalhamos no dia-a-dia. […]. Apesar do momento doloroso, especialmente para os afetados, acreditamos que esta mudança resultará numa organização tecnicamente mais forte e que daqui em diante continuaremos a contratar algumas das pessoas mais talentosas em todo o mundo”.