TVR Griffith revelado

Texto: Nuno Fatela
Data: 8 Setembro, 2017

A renascida marca britânica não desapontou e após três anos de desenvolvimento apresentou o TVR Griffith, um estupendo coupé desportivo de dois lugares com 400CV. Recorrendo à técnica iStream para alcançar um baixo peso, anuncia uma velocidade de ponta acima dos 320km/h.

Terminou a espera, com a TVR a revelar hoje finalmente o desportivo com que vai regressar ao ativo. Para tal, a marca britânica recuperou a designação Griffith, que já tinha sido utilizada num dos seus desportivos entre 1991 e 2002. E que regresso em grande, pois este novo coupé desportivo de dois lugares promete seduzir pela combinação entre um design elegante e impactante, um interior muito bem concebido e, especialmente, por performances de exceção.

Mecânica

Na base do desportivo está o processo de fabrico iStream, idealizado por Gordon Murray, que permitiu balancear na perfeição, com uma relação de 50:50, o peso de 1250kg. Garantindo um baixo peso e rigidez estrutural, o chassis faz uso intensivo da fibra de carbono e implementa novas técnicas de produção. A marca afirma ainda que o TVR Griffith será o segundo modelo com motor dianteiro a utilizar um fundo plano, e vai ainda recorrer a aerodinâmica avançada para estar sempre ligado ao solo e alcançar uma agilidade de referência.

E o renascido modelo promete mesmo performances de exceção, que ficam a cargo de um V8 5.0L da Cosworth com 400CV e 950Nm, que canaliza este poder de fogo através de uma caixa manual de seis relações. O resultado final são acelerações até aos 100km/h abaixo dos 4.0 segundos, a que se junta uma velocidade de ponta que estará situada acima dos 320 km/h. A capacidade do TVR Griffith travar rápido fica assegurada pelos discos de 360mm com pinças de seis pistões na frente e de 350mm e quatro pistões na retaguarda, que se escondem atrás das jantes de 19’’ na dianteira e de 20’’ atrás.

Design

Além de capacidades de topo, o TVR Griffith também nos oferece um exemplo extremo de elegância desportiva, como nos revelam as fotos do coupé de dois lugares com 4314mm de comprimento, 1840mm de largura e 1239mm de altura. Na dianteira destacam-se desde logo as formas da grelha, que se inicia poucos centímetros acima do splitter, e ainda a conjugação das linhas entre as generosas entradas de ar, o para-choques e as óticas com assinatura visual LED. Além disso, merece ainda referência a forma como o capot surge “afundado” entre as musculadas secções laterais. A traseira é dominada por dois elementos, que é a asa superior e o grande difusor mais abaixo, mas é nas laterais que está aquele que é o mais interessante traço do TVR Griffith. Trata-se das grandes saídas de escape ovalizadas colocadas logo atrás da roda dianteira, que vão permitir escutar uma genial melodia a bordo do desportivo.

E o interior é claramente uma demonstração de bom gosto, tanto pela combinação entre a pele e a alcantara, com acabamentos em dourado, como pelo desenho de diversos elementos. Neste campo destacam-se desde logo os botões circulares junto ao volante, que permitem acionar o modo Sport ou desligar o ESP, a que se juntam ainda outros comandos elegantemente embutidos no centro. Destaque ainda para a componente digital, demonstrada pela instrumentação inserida num ecrã e pelo touchscreen onde se pode aceder a um sistema de infotainment específico.

O modelo que surge nas fotos mostra-nos como vai ser a série especial de lançamento do TVR Griffith, que está limitada a 500 exemplares. Com um preço anunciado de 98000€, e ainda algumas unidades disponíveis, a produção terá início no final de 2018.