Publicidade

Toyota continua a investir nos motores de combustão

Texto: Carlos Moura
Data: 20 de Abril, 2022

A Toyota anunciou um investimento superior a 352 milhões de euros nos Estados Unidos para preparar a produção de novos motores de combustão interna, designadamente um novo propulsor de quatro cilindros. Aparentemente nem todas as marcas dão como garantido o fim a médio prazo deste tipo de propulsores. 

Apesar da pressão para a aceleração da transição energética para soluções elétricas a bateria ou a pilha de combustível, alguns fabricantes continuam a investir na produção de motores de combustão

Curiosamente, um dos construtores que ainda mantém a sua aposta nesta tecnologia é a Toyota, que anunciou um investimento de 383 milhões de dólares (352,53 milhões de euros) nos Estados Unidos para preparar a produção de novos motores, designadamente um novo bloco de quatro cilindros.

Os novos propulsores quatro cilindros deverão ser montados em veículos com motores convencionais de combustão interna ou em híbridos. O investimento será repartido entre as quatro instalações da marca, já que cada uma cumpre tarefas específicas.

Investimentos em quatro fábricas

A fábrica de Hunstville Alabama vai receber a fatia mais significativa do investimento, 222 milhões de dólares (204,34 milhões de euros) para a criação de uma nova linha de produção de quatro cilindros para motores de híbridos. Esta fábrica tem atualmente uma capacidade de produção instalada de 900 mil motores por ano.

LEIA TAMBÉM
Em 2021. Toyota renova ceptro de maior construtor mundial

A Toyota vai investir mais 109 milhões de dólares (100,33 milhões de euros) na fábrica de Troy, no Missouri, para a produção de novas cabeças de cilindro, enquanto a fábrica de Jacksonville, no Tennesse, receberá 36 milhões de dólares (33,14 milhões de euros) para produzir novos blocos de quatro cilindros.

A marca japonesa também irá investir 16 milhões de dólares (14,73 milhões de euros) na sua maior fábrica nos Estados Unidos, localizada em Georgetown, no Kentucky, para expandir a produção de motores. Esta fábrica já tinha recebido um investimento de 461 milhões de dólares (424,32 milhões de euros) em outubro de 2021. Esta fábrica produz cerca de 600 mil motores por ano para modelos da Toyota e da Lexus.

O portefólio de motores de quatro cilindros da Toyota é reduzido, estando disponíveis apenas três alternativas com 1,8 litros, 2,0 litros e 2,5 litros, não contando com o propulsor boxer de quatro cilindros da Subaru do GR86. O investimento sugere que o fabricante japonês está a trabalhar num novo motor, mas a marca tem declinado avançar com informações sobre esta matéria.