Mobieco

Todos os AMG vão ser eletrificados

Texto: Filipe Bragança
Data: 15 Março, 2019

A divisão de performance irá utilizar uma versão afinada do sistema EQ da Mercedes.

O futuro da Mercedes passa também pela electrificação, e tudo indica que a divisão da AMG não vai ser excepção. Esta decisão está alinhada com um investimento nas tecnologias híbridas por parte da marca alemã, que até ao momento ronda os 9 mil milhões de euros. De acordo com Frank Overmeyer, director de relações externas para as emissões: “No futuro todos os veículos da AMG irão ter a opção uma versão híbrida ‘plug-in’ (PHEV). Motorizações híbridas mais leves não são uma opção porque não representam um corte significativo nas emissões (de CO2)”.

 

De momento os alemães oferecem soluções electrificadas nas Classes ‘C’, ‘E’ e ‘S’ sob o distitivo da motorização eléctrica EQ tambén aplicada ao primeiro SUV de emissões 0 da marca. E esta opção será introduzida brevemente no GLC e no GLE. Até ao fim de 2020 a Mercedes espera ter disponíveis 20 variantes híbridas ‘plug-in’.

A AMG irá tirar partido dos sistemas ‘PHEV’ para equipar toda a sua oferta nesta divisão. O que, pela introdução dos motores elétricos, significará números ainda mais impressionantes nas acelerações 0-100km/h, além do impacto positivo na resposta a cada vez que se pisar o pedal do lado direito. Segundo informações avançadas por diversos meios de comunicação social, estes híbridos EQ com assinatura de Affalterbach deverão começar a ser comercializados já a partir do próximo ano.

 

Veja também:

Audi e-Tron vs Mercedes EQC. Quem ganha esta guerra?
Tesla Model Y já é conhecido
Carros já estacionam sozinhos no aeroporto de Lyon (com vídeo)
Já há preços para o Mercedes CLA Coupé

 

Fonte: Autocar.co.uk

Partilhar