Publicidade

Scania. Gama de camiões elétricos e híbridos plug-in

Texto: Carlos Moura
Data: 2 de Outubro, 2020

A Scania introduziu uma gama de camiões elétricos e híbridos plug-in, que numa primeira fase se destinam a aplicações de distribuição e serviços municipais.

No âmbito do seu objetivo de liderar a transição para um sistema de transporte sustentável, a Scania lançou a gama de camiões elétricos e híbridos plug-in.

As novas propostas destinam-se, numa primeira fase, a aplicações urbanas, incluindo distribuição pesada e serviços municipais, entre outros.

A marca sueca salienta que nos próximos anos continuará a desenvolver a sua gama camiões eletrificados para todas as aplicações, designadamente o longo curso e a construção.

A Scania sublinha que a eletrificação dos veículos pesados de mercadorias é essencial para se atingir a meta do Acordo de Paris de limitar o aquecimento global para menos de 1,5ºC.

Scania P 360 plug-in hybrid 6x2
Scania P 360 plug-in hybrid 6×2

O fabricante sueco diz que está comprometido com esse objetivo e pretende conseguir um sistema de transportes livre de combustíveis fósseis.

O estudo ‘Pathways” iniciado pela marca indica que é possível alcançar esse objetivo e envolve investimentos e benefícios para a saúde.

Autonomias de 60 km a 250 km

A nova gama de camiões eletrificados foi desenvolvida com base no sistema modular da Scania, com componentes experimentados e testados.

O camião elétrico da Scania é proposto nas cabinas das séries L e P. O veículo está equipado com um motor elétrico de 230 kW (310 cv) e uma bateria com uma capacidade entre 165 kWh e 300 kWh, dependendo do número de módulos (cinco a nove).

LEIA TAMBÉM
Schmitz Cargobull vai eletrificar semirreboques frigoríficos

A versão com maior capacidade oferece uma autonomia de até 250 quilómetros, com uma única carga.

Por sua vez, o camião híbrido Plug-in da Scania, também disponível para cabinas das séries L e P, oferece a oportunidade de percorrer longas distâncias com o motor de combustão e, subsequentemente, conduzir até 60 km em modo elétrico, quando necessário.

Combinado com o combustível renovável, os operadores podem reduzir significativamente o seu impacto climático.

Além dos serviços de carga geral e dos transportes com temperatura controlada, os camiões elétricos podem ser implementados, de forma lucrativa, com outras carroçarias, como gruas, basculantes, betoneiras e coletores de lixo, bem como para os serviços de incêndio e resgate.