Sabe como funciona um motor a hidrogénio?

Texto: Nuno Fatela
Data: 21 Dezembro, 2018

O canal de youtube Engineering Explained, que já nos maravilhou com análises detalhadas a outras tecnologias, vem agora explicar como funciona um motor a hidrogénio, trazendo luz sobre aquela que muitos consideram como a motorização do futuro

Os veículos elétricos são considerados de momento a principal alternativa aos motores de combustão, mas várias pessoas olham já mais à frente e vêm o hidrogénio como a grande solução para uma mobilidade ecológica. Os designados FCV – Fuel Cell Vehicle, ou veículos de células/pilhas de combustível já estão a ser introduzidos, mas são ainda muito residuais. Mesmo com o Toyota Mirai, Honda Clarity, Hyundai Nexo e Mercedes GLC já no mercado, é muito escassa a rede de abastecimento em todos os países do mundo, e isso impossibilita-os de se afirmarem como alternativa.

Mas existem algumas características muito apelativas nestes automóveis. A primeira é desde logo o facto de usarem como combustível o hidrogénio, o elemento químico mais abundante na atmosfera. Depois o facto do seu processo de combustão libertar quase exclusivamente vapor de água pelo tubo de escape. Além disso, o funcionamento destes motores é similar ao dos que trabalham com combustíveis fósseis, usando os mesmos quatro tempos: admissão, compressão, expansão (muitas vezes designada também como combustão) e escape.

No entanto, por se tratarem de materiais com características distintas ao nível da inflamabilidade e octanagem, existem algumas diferenças entre os motores a gasolina/gasóleo e aqueles a hidrogénio. Desde logo a relação entre ar e combustível é diferente, e também a taxas de compressão são distintas. Mas, para saber mais ao detalhe como funciona um motor a hidrogénio, aqui fica a explicação em vídeo.