Publicidade

RUF CTR é um verdadeiro espanto!

Texto: Nuno Fatela
Data: 8 de Março, 2017

Apresentado em Genebra, o modelo faz uso de um motor de seis cilindros que debita 710CV e 880Nm para o eixo traseiro, alcançando os 360 km/h de velocidade de ponta.

Foi há 30 anos que nasceu o histórico RUF CTR “Yellow Bird”, e agora a marca presta homenagem a esta incrível máquina com mais um bólide de exceção. Com o nome a recuperar a designação CTR, este é o primeiro automóvel com todo o trabalho de engenharia e design realizado pela marca britânica, num projeto que demorou 5 anos a desenvolver e passa agora à produção numa série limitada de 30 unidades. E para atrair os clientes, nada como incorporar doses abismais de potência, como é o caso com o motor seis cilindros de 3,6L com 710CV e 880Nm, que recorre a uma transmissão manual de seis cilindros e utiliza um diferencial autoblocante para enviar todo este poder para as rodas traseiras. Como estes valores anunciam, este é um velocista por natureza, demorando menos de 3,5 segundos para passar os 100km/h e indo além dos 200km/h num tempo inferior a 9 segundos. A velocidade máxima fica situada nos 360 km/h.

 

Anunciado como o “primeiro modelo de estrada com chassis em carbono e configuração de motor à retaguarda”, este material surge ainda nos painéis da carroçaria. E, falando de matérias primas de excelência, destaque para a carbocerâmica que surge nos discos de travão com 380mm na dianteira (pinças de seis pistões) e 350mm (pinças de quatro pistões) na retaguarda.

 

O design exterior, tal como o nome do novo RUF, é uma homenagem ao icónico Yellow Bird, com uma imagem inspirada nos Porsche clássicos e onde se destaca a grande asa na traseira. Para o habitáculo (de que ainda não foram divulgadas fotos) a opção foi para uma combinação de elementos clássicos, como o painel de instrumentos analógico, e outros mais modernos, com a marca a referir nesta vertente os bancos em fibra de carbono e os pedais em alumínio. Para inspirar ao ataque às pistas e estradas de todo o planeta e demonstrar a inspiração no mundo da competição, o poderoso RUF CTR vai “agarrar o condutor” com um volante de três raios.