Publicidade

Mais digitalização. Renault vai produzir motores de nova geração com a Geely

Texto: Francisco Cruz
Data: 8 de Novembro, 2022

A Renault acaba de dar novo passo rumo a uma nova etapa na mobilidade sustentável, nomeadamente, através da assinatura de parcerias com várias empresas de referência, como a Google e a Qualcoom, centrados no desenvolvimento de arquitecturas eléctricas, novos software e serviços. Mas também um acordo com a Geely para a criação de uma empresa líder na produção de motores híbridos.

Visando a criação do automóvel do futuro, o Grupo Renault decidiu alargar a parceria que já mantinha com o gigante norte-americano Google, com vista ao desenvolvimento daquilo que a marca designa de o “Software Defined Vehicle”. Projecto que deverá reunir “o melhor do mundo automóvel e digital”, com o propósito de “oferecer novos serviços on-demand e permitir atualizações contínuas de veículos”.

Sobre esta última medida, o fabricante gaulês avança que será feita com base na colaboração já existente entre as duas empresas e que abrange o sistema operativo Android Automotive e as tecnologias de nuvem da Google.

O Software Defined Vehicle é a base dos futuros automóveis conectados do Grupo Renault

De resto e fruto do alargamento agora anunciado da parceria já existente, a Google não só se torna o “fornecedor preferido” do Renault Group, como desempenhará um papel fundamental na transformação digital do grupo francês.

Uma nova arquitectura para EV

Já com a tecnológica Qualcomm Technologies, o acordo agora celebrado prevê o alargamento da cooperação estratégica à nova empresa elétrica e de software da Renault, a Ampere, com vista ao desenvolvimento em conjunto de uma “arquitectura de plataforma centralizada para automóveis elétricos definidos por software. Neste caso, alimentada pelo Snapdragon Digital Chassis.

LEIA TAMBÉM
Software République. Renault parceira na promoção da Mobilidade Inteligente

As futuras plataformas de alto desempenho, baptizadas pela Renault como ‘Software Defined Vehicles’, ou “Automóveis Definidos por Software”, deverão ficar concluídas já em 2026, sendo, depois disponibilizadas a parceiros da Qualcomm Technologies a operarem no sector automóvel.

Renault e Geely unidas na produção de motores

Finalmente e já num âmbito que ultrapassa o domínio da Mobilidade Elétrica, o Renault Group assinou um acordo-quadro com o gigante chinês Geely, com vista à criação de uma empresa líder em tecnologia de grupos propulsores.

A nova empresa, que será detida em partes iguais pelos dois fabricantes, terá por objectivo desenvolver e produzir “a próxima geração de soluções híbridas altamente eficientes”, como forma de satisfazer a procura mundial nos próximos anos.

A nova empresa a criar pela Renault e pela Geely vai desenvolver e produzir motores híbridos e eletrificados de nova geração
A nova empresa a criar pela Renault e pela Geely vai desenvolver e produzir motores híbridos e eletrificados de nova geração

Integrada na nova estratégia de transformação do fabricante francês, ‘Renaulution’, a nova empresa deverá fornecer não apenas a Renault e as marcas da Geely, mas qualquer marca no mundo. Disponibilizando, inclusivamente, soluções eletrificadas.

Finalmente e quando completa, esta nova empresa será constituída por “17 unidades de produção de grupos propulsores”, refere a marca do losango em comunicado, além de “cinco centros de I&D, em três continentes”. Instalações que terão ao seu serviço “cerca de 19.000 empregados”, fornecendo um total de 130 países.