Recorde quando Blomqvist voou a 189 km/h na Argentina

Texto: Nuno Fatela
Data: 23 Abril, 2019

Começa a 25 de abril mais uma edição do Rali da Argentina, e a organização do Mundial recordou um dos seus momentos mais impressionantes. Falamos de quando Stig Blomqvist e o Audi Quattro terminaram a primeira especial com uma velocidade média (!) de 189,53 km/h

Há feitos que ficam na história de competição e a forma como Stig Blomqvist voou sobre a terra batida da Argentina em 1983 é um deles. O site do WRC recordou agora esta história fantástica, que aqui lhe trazemos. O protagonista é Stig Blomqvist que, por correr o Campeonato Britânico em simultâneo, chegou à prova do WRC em cima do arranque, sem oportunidade de fazer o reconhecimento com o Audi Quattro. A solução foi usar as notas do navegador do seu colega de equipa, Hannu Mikkola.

 

Tenha sido das notas, do jet lag ou por qualquer outro motivo, aquilo que Blomqvist fez é notável. Foram 81km cumpridos de forma alucinante, em apenas 25 minutos e 48 segundos. Daqui resultou uma incrível média de 189,53 km/h, ainda mais impressionante se considerarmos que a afinação do seu Audi Quattro colocava a velocidade máxima nos 210 km/h. Ou seja, o ponteiro do velocímetro deve ter estado a maior parte do tempo bem colado ao limite e o das rotações pouco tempo passou fora do redline!

 

Além de recordar este feito, o WRC recordou também que a média de velocidade mais alta para todo um rali data de 2016. O autor foi Kris Meeke, com o seu Citröen C3 WRC a terminar a corrida na Finlândia com um balanço de 126,62 km/h. Mais uma prova que o piloto britânico é bastante rápido. O problema mesmo é manter-se dentro dos limites da estrada…

 

Fonte: WRC