Fábrica Mangualde

Publicidade

Produção Automóvel Nacional continua em queda

Texto: Nuno Fatela
Data: 17 de Novembro, 2016

O total de automóveis produzidos em Portugal em 2016 é inferior em 11,3% comparativamente aos números alcançados em 2015.

Com a instabilidade nos ritmos de produção a fazer-se sentir nas fábricas portuguesas, a produção automóvel nacional continua a evoluir negativamente ao longo do presente ano. Em outubro o total de automóveis fabricados em Portugal foi de 11411 unidades, o que significa uma quebra de 19,6% em relação ao período homólogo, com este decréscimo a fazer-se sentir em todos os tipos de veículos, com descidas de 21,3% nos ligeiros de passageiros, 12,3% nos comerciais ligeiros e 27,4% os pesados. Ao longo do ano a realidade não difere muito, e o total de 120906 automóveis produzidos significa uma redução de 11,3% em relação aos números alcançados entre janeiro e outubro de 2015, com o sector dos ligeiros de passageiros a empurrar as estatísticas para o vermelho. O total de 83620 ligeiros de passageiros ‘Made in Portugal’ significa uma quebra de 18,1% em relação aos valores do ano transato, que nem os aumentos de 9,3% nos comerciais ligeiros (33811 unidades) e de 9,1% nos pesados (3475 veículos) conseguiram inverter.

Das 120906 viaturas nascidas em solo nacional um total de 115169 unidades (95,3%) destinaram-se ao estrangeiro, com a Alemanha (23,5%) e a Espanha (15,9%) a serem os principais destinos de exportação. A ACAP ressalvou também a importância que a descida da produção tem para a economia portuguesa ao recordar que o sector automóvel representa 4,4% do PIB e 6,5% dos empregos na indústria transformadora no nosso país.