Peugeot e-Legend liga o passado ao futuro do automóvel

Texto: Nuno Fatela
Data: 20 Setembro, 2018

Demonstrando que “a transição energética não vai apagar 120 anos de história do automóvel”, o Peugeot e-Legend mostra como no futuro os veículos autónomos poderão combinar conforto com entusiasmo ao volante. E, para reforçar a ligação emocional nestes modelos não tripulados, a imagem é inspirada no clássico 504 Coupé

“Autónomo não rima com aborrecido”. Esta é a afirmação da Peugeot para o futuro que começa agora a desenhar com um novo concept autónomo, o e-Legend. Seguramente uma das propostas que estará em destaque no Salão de Paris, este modelo mostra como as viaturas não tripuladas podem vir a ser desejáveis e emblemáticas, algo para que será fulcral fazer uma ligação ao passado e aos modelos mais icónicos do mundo automóvel. Isso explica o estilo “vintage” deste protótipo, servindo o histórico 504 como musa inspiradora para o design do Peugeot e-Legend. Por isso, a marca gaulesa afirma que este modelo mostra como, projetando o futuro dos veículos elétricos e autónomos, a elegância e traços mais emblemáticos dos seus automóveis não vão desaparecer.

Modo de condução? Sempre potente mas à escolha de cada um…

E seguramente essa ligação aos modelos mais históricos servirá para convidar os condutores a tirar ainda maior partido das capacidades dinâmicas destes modelos. Até porque a base está lá! São 340kw (456cv) e 800Nm extraídos de uma motorização elétrica que, dividindo o seu poder entre as quatro rodas, permite atingir os 100 km/h em menos de quatro segundos e chegar a um registo máximo de velocidade situado nos 220km/h. E conjuga isso com uma grande autonomia, graças a uma bateria de 100kW que permite cumprir 600km e que, depois de uma carga rápida de 25 minutos, oferece outros 500km adicionais.

 

Depois, o mais difícil será escolher como quer viajar a bordo do Peugeot e-Legend. Afinal, são quatro modos de condução, divididos entre a pilotagem humana ou o controlo das máquinas. Se quiser utilizar o volante, poderá optar entre o Legend (grafismos vintage inspirados no 504 e projeção digital das madeiras que surgiam no clássico) ou o Boost (para uma condução dinâmica e entusiasmante, em que o condutor fica imerso por projecções da estrada a 180º). Se desejar render-se à condução autónoma, pode ir num modo soft (primazia ao conforto, com redução ao mínimo da informação pelos painéis e ecrãs) ou em modo sharp (com condução mais precisa e dinâmica, retirando máximo partido da conexão ao exterior).

Juntar o clássico e o novo

O Peugeot e-Legend apresenta 4,65m de comprimento, 1,93 metros de largura e 1,37m de de altura num visual que destila elegância. Para tal surge vemos uma carroçaria de linhas clássicas, que na frente ostenta uma zona de alumínio preto a recordar as antigas projeções em aço inoxidável, que se combina com elementos modernos. A maior contribuição nessa área é conferida pelos grupos óticos, com as três garras Peugeot a surgirem na frente e na retaguarda, aqui em conjunto com uma luz de travagem a toda a largura do topo do vidro. A culminar, as jantes de 19” surgem nos pneus dos dois eixos (que estão separados por 2,69m) e são envolvidos por pneus de estrada Michelin, “para dar realismo e credibilidade” a este concept.

 

A bordo é também esta simbiose entre passado e futuro que se destaca. Desde logo pela escolha dos materiais, com elementos em madeira nas portas, superfícies em veludo e os bancos em H como no 504 Coupé (com conforto reforçado pelo recurso a espuma com função memória) e a escolha do cor azul a darem um toque de modelos clássicos. Isto conjuga-se com muitas superfícies digitais, num total de 16 ecrãs integrados em diversas localizações. O mais importante é aquele de 49” que fica totalmente visível quando, ao recolher o volante para optar pela condução autónoma, surge a toda a largura do tablier. Uma particularidade destas superfícies digitais reside na sua capacidade de apresentarem projeções a simularem bronze e madeira, algo que permite reforçar ainda mais a imagem “vintage” deste muito apelativo Peugeot e-Legend.

Se aprecia protótipos com inspiração retro, não pode deixar de descobrir também os Honda Urban EV e Sports EV, que também apresentavam formas claramente inspiradas em modelos históricos da marca nipónica.

 

Fotos: Peugeot, via NetCarShow