Publicidade

Renovação continua. Peugeot desvenda o facelift do best-seller 208

Texto: Francisco Cruz
Data: 6 de Julho, 2023

A Peugeot tem vindo a promover uma verdadeira renovação da sua gama e que chega, agora, aquele que foi já o modelo mais vendido na Europa, em 2022: o 208. Utilitário que, mercê de alguns retoques na estética e várias evoluções na estética, acaba de dar a conhecer o seu novo visual, para 2024.

Depois do 2008, do 3008 e do 5008, e até mesmo do 508, eis que a Peugeot mostra, agora, a mais recente atualização do seu best-seller, neste caso, para o segmento B, e que abarca, apesar das fotos não o mostrarem, abarca não só a variante 100% elétrica, mas também as restantes versões a combustão.

Assim e para começar, uma estética exterior que passa a exibir muito daquilo que foram as novidades desvendadas com crossover 2008, da qual faz parte, desde logo, o novo emblema da marca. E a que se junta a nova iluminação dianteira Full LED com um design renovado nas três garras que constituem a iluminação diurna, e que vêem a sua presença acentuada no nível de equipamento de topo, GT, além de uma nova grelha frontal, com novos detalhes.

Também revistos foi o design das jantes em liga leve de 16 e 17 polegadas, com acabamentos em dois tons e uma tampa ao centro, a esconder as porcas das rodas por detrás de um emblema da marca. Neste caso, na cor Basalt Grey, sendo que, na variante elétrica, o ‘e’ que se junta à designação do modelo, é agora nas cores azul e branco.

Ecrã de 10″ passa a ser de série

Passando ao habitáculo, bem menos alterações, até porque o modelo já possuía um dos ambientes mais modernos do segmento, desde logo, graças ao i-Cockpit, pelo que, as novidades, acabam resumindo-se à disponibilização do ecrã central de 10 polegadas em praticamente toda a gama, já com a mais recente evolução do sistema de infotainment, além de um painel de instrumentos igualmente digital e com as mesmas 10″, redesenhado e com efeito 3D na versão GT. A qual recebe ainda uma nova iluminação ambiente.

LEIA TAMBÉM
Peugeot 2008. Renovação chega em agosto com 406 km de autonomia

Novidades, ainda, na manete da caixa manual de seis velocidades (a opção automática permanece igual), assim como no volante, que teve de ser revisto para acomodar o novo logótipo do leão. Sendo que, no caso do GT, também passa a existir a possibilidade de optar por estofos em Alcantara preta, com costuras Adamite Green, também nos apoios de braço e tablier.

Finalmente e já no capítulo da tecnologia, um misto de portas USB e USB-C espalhadas pelo habitáculo, além de um novo sistema de carregamento wireless para smartphones, a disponibilizar potências de 5 a 15W, e que é de série apenas no GT (opcional no Allure), assim como novas câmaras de alta definição, concebidas para facilitar as manobras de estacionamento.

Motores a gasolina, híbridos… e elétrico

Falando de motores, uma oferta que num três cilindros 1,2 litros a gasolina, proposto com potências que vão dos 75  aos 100 cv, além de com caixas de cinco e seis velocidades, e a que se juntam, ainda, novas variantes Mild Hybrid, com 100 e 136 cv, além de caixa automática de dupla embraiagem e seis relações.

Quanto ao elétrico e-208, dispõe já da mais recente geração do sistema de propulsão com motor M3 de 156 cv, sustentado numa bateria de 51 kWh, a prometer autonomias na ordem dos 400 quilómetros.

Já as potências de carga, podem chegar aos 100 kW, valor que permite repor entre 20 e 80% da capacidade da bateria, em 4h40m. Numa tomada de 3,2 kW, o tempo de espera sobe para 11h10m.

Para Novembro

Segundo a Peugeot, este facelift do 208 deverá chegar aos concessionários em novembro, com a promessa de dar continuidade ao sucesso de um modelo que, desde que foi lançado no final de 2019, já vendeu quase um milhão de unidades.