Publicidade

Parceria McLaren-Renault confirmada

Texto: Nuno Fatela
Data: 15 de Setembro, 2017

Tal como estava a ser avançado, a McLaren e a Toro Rosso “trocam de motores”, com os britânicos a recorrerem a partir de agora à Renault enquanto a Scuderia transalpina vai ser fornecida pela Honda. Outra notícia do dia é a confirmação de que Carlos Sainz Jr será parceiro de Nico Hulkenberg a partir da próxima temporada.

Após as informações que apontavam para negociações efetuadas durante o GP de Itália, surge agora confirmado o divórcio entre a McLaren e a Honda, com a equipa de Woking a passar a recorrer a motores fornecidos pela Renault. Para que este acordo fosse possível era necessário o aval da Toro Rosso, que agora terá dado luz verde à mudança passando ela a ter como parceira na área dos motores a Honda. Outra das notícias do dia é que Jolyon Palmer “perdeu o lugar”, pois Carlos Sainz Jr foi confirmado como o novo colega de equipa de Nico Hulkenberg, saindo da Toro Rosso para a Renault.

 

Apesar do peso e história que têm na Fórmula 1, pois a McLaren já se apresentou na grelha de partida em 814 Grandes Prémios e os motores Renault já foram utilizados em 591 GP, esta será a primeira vez que as duas firmas surgem associadas. O acordo de fornecimento de motores será válido para os próximos três anos, surgindo uma associação McLaren-Renault para as temporadas 2018, 2019 e 2020. Foi indicado que além do fornecimento da unidade de potência à McLaren, os engenheiros e técnicos da casa gaulesa também vão trabalhar em estreita ligação com os seus congéneres da equipa britânica. No caso da ligação entre a Toro Rosso e a Honda apenas é referido um “acordo a vários anos”, não sendo ainda pública a extensão dessa parceria.