Os jipes mais importantes da história – Jeep Willys e Jeep CJ

Texto: Redação
Data: 21 Maio, 2018

Jeep Willys – O Pioneiro

A marca americana afirma que este ícone, nascido durante a Segunda Guerra Mundial, é o embrião de todos os jipes e SUV que se seguiram. Daí que ele seja conhecido como o pioneiro destes modelos com capacidade off-road, imagem mais musculada e distância ao solo superior, servindo de inspiração para todos os que vieram mais tarde. Ele surge como automóvel de reconhecimento para o exército, e com pouco trabalho de pesquisa encontram-se facilmente diversas fotos do general americano George Patton no topo do modelo. Entre 1941 e 1945 foram fabricadas perto de 650.000 unidades dos Jeep Willys Overland MA/MB.

Surgiu posteriormente o Jeep Willys CJ-2A , em que a sigla remete para a expressão Civilian Jeep, que apresentava ainda assim poucas alterações em comparação ao modelo militar no seu início. E a vida do CJ foi longa e cheia de sucesso até se chegar ao derradeiro CJ-7, pois estima-se que até 1986 tenham sido produzidos mais de 1,5 milhões de unidades. Com inegáveis capacidades 4×4 e versatilidade para todos os terrenos, tendo mesmo a alcunha de “cavalo de carga americano”, esteve disponível em múltiplas configurações (teto rígido ou em lona removíveis ou simplesmente descapotável), como as fotos demonstram.

Mas o impacto do Willys ainda hoje se faz sentir. Por exemplo, em Portugal é inegável a ligação fonética entre o nome da marca, Jeep, e os famosos jipes, os carros todo-o-terreno que agora são praticamente todos batizados como SUV (talvez por moda…). E além disso, a sua identidade estética perdura num elemento que caracteriza toda a gama do fabricante americano, a icónica grelha dianteira que identifica um Jeep e que já se podia ver durante a Segunda Guerra Mundial nos originais Willys Overland.

Partilhar