Opel Zafira entra na quarta geração

Texto: Nuno Fatela
Data: 10 Janeiro, 2019

Versatilidade é a palavra-chave para o novo Opel Zafira, que tem estreia mundial marcada para o Salão de Bruxelas, na próxima semana

Lançada há 20 anos, a Opel Zafira entra agora numa nova geração com um visual muito diferente dos antecessores, ganhando traços mais aparentados com os furgões. A marca define-o como um MPV (Multi-Purpose Vehicle / ‘Multiusos’), e efetivamente a modularidade está bem assinalada neste modelo. Ele surge em três versões diferentes, com diferentes dimensões, e um interior onde além de poderem ser acomodados nove passageiros existe a possibilidade de alterar a configuração do espaço para as variadas exigências a que o Opel Zafira tenha de responder.

Surgindo com um comprimento de 4,60m, 4,95m ou 5,30m, as duas versões mais longas ganham 35cm na distância entre os eixos em comparação à terceira geração do MPV. O que significa que existem 3,21m a separar as rodas dianteiras e posteriores. Tendo sempre capacidade para acomodar até 9 passageiros, e contando com bancos móveis que ajudam a adaptar o habitáculo, passa a ser possível transportar até 4500l de bagagem na carroçaria mais longa, onde o rebatimento dos bancos garante espaço para levar objetos até 3,5 metros de comprimento. A marca refere, no equipamento de topo ‘Lounge’, a existência de bancos aquecidos para os passageiros dianteiros. E nos quatro lugares logo atrás os assentos que podem rodar para instalar uma ‘sala de estar’ destinada aos ocupantes. Para tal até se pode recorrer à mesa amovível que é disponibilizada e às tomadas 230V para carregar equipamentos móveis.

 

Além de combinar o que a marca designa como um exterior com “design moderno e proporções equilibradas” com um interior modular, a Opel refere o elevado nível tecnológico do MPV. É o caso do mais recente infotainment da marca ou o head-up display a cores, bem como as variadas assistências de condução, onde estão englobados os sensores e câmaras para estacionamento, manutenção de faixa, travagem de emergência e comutação das luzes.

Relativamente aos motores, apenas existe uma informação. E não é sobre a gama no momento de lançamento, mas antes sobre a chegada em 2021 de um Opel Zafira com motorização elétrica. Outras informações reveladas pela marca confirmam a introdução do sistema Intelligrip para lidar com pisos mais escorregadios, e ainda a existência de uma versão de tração integral criada pelos especialistas da Dangel. Mais detalhes sobre as especificações devem ser conhecidas na próxima semana, quando o novo Opel Zafira estrear no Salão de Bruxelas.

Partilhar