Publicidade

O que é um carro histórico?

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 2 de Setembro, 2019

São várias as pessoas que se questionam qual é o critério para que um determinado carro seja considerado histórico.

A revista Turbo revela-lhe agora o que levam os peritos do setor automóvel a considerar um carro com valor histórico.

De acordo com o Automóvel Clube de Portugal, são veículos históricos todos os carros de estrada “acionados mecanicamente [e] que têm, pelo menos, 30 anos de idade, sendo conservados e mantidos em condições corretas de um ponto de vista histórico, não sendo utilizados como meio de transporte do dia-a-dia e que fazem, por essa razão, parte da herança técnica e cultural.”

Além desta definição, o ACP, em consonância com a FIVA faz ainda outra distinção por categorias. A ver:

Classe A – Pioneiros
Veículos construídos antes de 31 de Dezembro de 1904

Classe B – Veteranos
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1905 e 31 de Dezembro de 1918

Classe C – Vintage
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1919 e 31 de Dezembro de 1930

Classe D – Pós-Vintage
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1931 e 31 de Dezembro de 1945

Classe E – Pós-Guerra
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1946 e 31 de Dezembro de 1960

Classe F
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1961 e 31 de Dezembro de 1970

Classe G
Veículos construídos entre 1 de Janeiro de 1971 e o limite dos representantes FIVA (em geral 25 anos)

Clássicos do Futuro (ou Pré-Clássicos)
Veículos com mais de 20 anos (Classificação ACP Clássicos)