Novo Volvo S60 mostra como desenham (bem) os nórdicos

Texto: Nuno Fatela
Data: 20 Junho, 2018

Apresentado como uma “obra-prima do design escandinavo”, ainda assim a marca não levantou muito o véu sobre o novo Volvo S60, o primeiro modelo do fabricante nórdico a ser lançado sem motores Diesel na gama.

A Volvo inaugurou hoje a sua fábrica nos Estados Unidos, em Charleston, e, como cereja no topo de bolo, desvendou o seu primeiro modelo fabricado nesta unidade de produção. Trata-se de um modelo que até veio com a pintura na cor desta doce fruta, um vermelho bem chamativo que destaca ainda mais as linhas do, agora revelado, novo Volvo S60. O que acaba por ser bastante importante, pois a marca afirma que este sedan representa o pináculo da sua mestria no design.

A frase exata da marca é “obra-prima do design escandinavo”, destilando elegância num visual muito esculpido para a carroçaria que surge sobre a plataforma SPA (partilhada com a V60, o XC60 e os topos de gama 90). Na frente surgem superfícies “negativas” (não no sentido crítico, mas indicando que são concavas) nas laterais do capot e na zona inferior do para-choques, todas elas remetendo para a zona da habitual imagem da marca, com a assinatura visual do Martelo de Thor e a grelha usual que ostenta o símbolo ao centro.

Ao ver de perfil o novo Volvo S60 destaca-se também a esculturas da zona das portas, ajudando a “encolher” o espaço entre os dois eixos. Seguindo os cânones estilísticos usuais nos sedans, merece ainda destaque nas fotos a zona escurecida em redor dos vidros, e ainda o friso posterior e os que acompanham as cavas das rodas. A traseira surge marcada por dois elementos principais, os grupos óticos bastante trabalhados e com linhas que ajudam a dar sensação de menor largura, e ainda as duas grandes saídas de escape na zona inferior do para-choques.

A bordo encontramos materiais e qualidade premium, como a mesma receita dos últimos lançamentos da marca (caso do XC60). Com esta opção a ser coroada de sucesso nas preferências dos consumidores de topo, com resultados muito positivos de vendas em modelos como os XC90, surge o grande ecrã ao centro ladeado por generosas saídas de ventilação e uma secção minimalista mais abaixo, com as dimensões da alavanca da caixa de velocidades, controlo rotativo e restantes elementos reduzidas ao mínimo. Além do confirmado recurso à pele preta e a nappa cinzenta, surge confirmada a utilização no novo Volvo S60 de um sistema de som Premium com assinatura da Bowers & Wilkins.

Nas tecnologias foram ainda reveladas algumas informações. No que se refere ao interior, está contemplado o Sensus Connect, compatível com Apple Car Play, Android Auto e 4G. Mas a marca incidiu mais sobre os apoios à condução e segurança do novo Volvo S60. Aqui surgem sistemas como o City Safety (referido como o único no mundo capaz de reconhecer obstáculos, peões, ciclistas e animais de grande porte, de dia e de noite e até aos 50km/h travar automaticamente, se não existir intervenção do condutor) e o Pilot Assist de condução semiautonoma até 130 km/h.

Sobre as motorizações, a maior novidade reside no facto deste ser o primeiro Volvo a ser vendido sem uma motorização Diesel. Além disso, ele também integra a estratégia de eletrificação de toda a gama a partir de 2019, contando com as variantes híbridas de Plug-In T6 e T8 Twin Engine AWD, respetivamente com 340cv e 400cv. Além disso, surge a promessa de um S60 ‘Polestar Engineered’ que, com apoio da divisão de performance, vai oferecer alterações na unidade de controlo do motor, jantes, travões e suspensão, fornecendo um aumento de potência para os 415cv. Foi ainda indicado que na fase de lançamento do novo Volvo S60 estão contemplados os motores a gasolina T5 e T6.

 

Veja ainda como a Volvo está a decretar guerra aos plásticos

A Polestar, marca de performance do grupo nórdico, revelou como a fibra de carbono será essencial para os seus futuros modelos