Mobieco

Novo Peugeot 2008 chegou e fica bem na foto da família

Texto: Nuno Fatela
Data: 19 Junho, 2019

Para a nova geração do 2008 a marca francesa aposta num design exterior e um habitáculo com semelhanças ao 3008. E também em muita da tecnologia utilizada no novo 208, recorrendo até à mesma plataforma para lançar um Peugeot e-2008 elétrico

A Peugeot continua a lançar novidades a um ritmo extremamente intenso. Depois do impacto criado pelo novo 508 no final do último ano, e da surpresa causada em março com a chegada do novo 208 também com uma versão 100% elétrica, a marca do leão revela mais um trunfo, o novo 2008. Ciente do sucesso obtido com o Peugeot 3008, a influência da filosofia estética do Carro do Ano de 2017 sente-se fortemente no SUV mais pequeno da gama. Tirando também partido das mais recentes inovações alcançadas pelo Grupo PSA no campo da eletrificação, como demonstrado pelos novos e-208 e Opel e-Corsa, surge agora uma versão 100% elétrica deste modelo, designada e-2008.

À imagem da família

O design exterior desta nova geração evoca características SUV do 3008 e do 5008, como as proteções inferiores e a grelha mais larga que no anterior 2008, combinadas com o ADN de design do novo 208. O exemplo mais notório disso encontra-se na iluminação dianteira, juntando as três garras dos grupos óticos com a assinatura visual LED que se prolonga para a zona inferior do para-choques. Nas laterais, além das cavas das rodas mais volumosas e as proteções em cor contrastante evidenciarem maior à vontade fora do asfalto, destaque para o friso na linha de cintura que se divide em sentido das rodas e do volumoso Pilar C também em tom distinto da carroçaria. Ao ver a retaguarda, o principal destaque está na faixa preta a toda a largura que faz a união entre os grupos óticos, um traço que é inspirado no Peugeot 508.

O aumento de 14cm no comprimento do 2008, para um total de 4,30 metros, e a distância entre eixos de 2,60 metros, trazem benefícios na habitabilidade. Algo que se notará no espaço dos bancos mas também na bagageira, que cresceu dos 410L para os 434L. Na organização do habitáculo encontram-se as traves-mestras do elogiado i-cockpit da Peugeot: o volante pequeno, o piano de comandos no túnel central com atalhos para diversas funcionalidades, o painel de instrumentos digital e o ecrã central de infotainment de 10’’ ligeiramente inclinado em direção do condutor para facilitar a utilização.

Na gama de motores existem cinco opções. Nos gasolina encontramos o Peugeot 2008 com motor 1.2 Puretech de 100cv, 130cv e 155cv, a que se junta na oferta o Diesel 1.5 BlueHDi, em versões de 100cv ou 130cv e sempre 250 Nm de binário máximo. Até ao momento apenas foram confirmadas as transmissões para as versões a gasóleo, com o motor menos potente a surgir em exclusivo com uma caixa manual de seis relações, enquanto o de 130cv pode (tal como o gasolina de 155cv) contar com a transmissão automática de oito velocidades. Excluídas da equação estão, neste momento, versões de tração integral do SUV, que surge no mercado a partir do final de 2019 com quatro níveis de equipamento: Active, Allure, GT Line e GT.

É 2008 e é elétrico

Tirando partido da nova plataforma desenvolvida pelo Grupo PSA para motorizações elétricas, já implementada nos Peugeot e-208 e Opel e-Corsa, foi também confirmado o lançamento de um e-2008. O modelo será facilmente identificável graças a atributos específicos como os logos específicos na frente e traseira ou a grelha colorida em que o símbolo do leão muda de cor consoante a luz solar. O motor elétrico vai debitar 136cv, e pode surgir em versões com 260Nm e 300Nm, a que equivalem autonomias de 310km ou 420km.

Como acontece com o seu “irmão” mais pequeno e-208, também o SUV de emissões 0 permite optar entre dois modos de recuperação de energia. No “D” conduz-se o carro precisamente “como com motor de combustão”, mas é possível optar pela “condução com apenas um pedal” no modo “B”, graças aos efeitos de travagem do e-2008 causados pela maior regeneração das baterias. Tratando-se de um modelo com características totalmente distintas, os grafismos apresentados ao condutor também são reformulados e surge um revestimento exclusivo em alcantara para o interior. Além disso, graças à conetividade do Peugeot e-2008 com o exterior, o condutor poderá também recorrer à aplicação da marca para poderá consultar dados diversos como a autonomia do carro.

 

Veja também

Chegou o novo Peugeot 208…
Ensaio Completo Peugeot 508 – Uma ideia criativa
Peugeot e-Legend liga o passado ao futuro do automóvel
Três novos híbridos Peugeot revelados. Saiba o que valem…
Comparativo Toyota Yaris GRMN VS Peugeot 208 GTI – Brincar às corridas