Publicidade

Novo BMW X2. Dinâmica apurada

Texto: Ricardo Machado
Data: 2 de Março, 2024

O novo BMW X2 chega em março, com preços entre os 46 450 € do sDrive20i e os 68 000 € do M35i xDrive. Entre estes valores, o BMW iX2 é proposto por 50 900 € (eDrive20) ou 57 400 € (eDrive30), sempre isento de emissões poluentes.

Acabado de entrar na segunda geração, o novo BMW X2 apresenta-se como uma variante coupé do modelo original. A arquitetura multienergia permite oferecer motorizações para todos os gostos.

Frente do novo BMW X2

Às versões a gasolina apresentadas, a base com 156 cv e o topo de gama com 300 cv, juntam-se duas motorizações Diesel: sDrive18d de 150 cv e xDrive20d com 163 cv. Os preços variam entre os 52 900 € e os 55 900 €.

Maior em todas as dimensões

Independentemente do modo de propulsão, o novo BMW X2 cresceu em todas as dimensões. Comparado com o original, ganhou 194 mm em comprimento (4554 mm), 64 mm em altura (1590 mm), 22 mm na distância entre eixos (2692 mm) e ampliou as vias em 21 mm (1845 mm).

As novas dimensões refletem-se no espaço interior, mais generoso para passageiros e bagagem. À habitabilidade traseira somam-se 90 litros à capacidade da mala, agora com 560 l. Rebatendo os bancos, a volumetria máxima chega aos 1470 l, mais 115 l.

É aqui que começam as diferenças entre as versões com motor de combustão e elétrico. A mala do iX2 não vai além dos 525 l, com um máximo de 1400 l. É o peso das baterias a empurrar a tara para lá das duas toneladas.

Ecrã curvo

No interior do novo BMW X2 brilha o BMW Curved Display. Totalmente digital e trabalhando com o sistema operativo BMW 9, o módulo de interação com o automóvel é composto por um ecrã de 10,25’’ para o painel de instrumentos e por um segundo mostrador de 10,7’’ para o Control Display.

O primeiro contacto com o novo BMW X2 mostrou que este mantém a condução apurada que o distingue da maioria dos SUV compactos. A direção é precisa, ajustando o peso ao perfil dos programas de condução Personal, Efficient ou Sport.

Não se pode comparar com um compacto desportivo, mas, para SUV, garante transições de apoio rápidas, com informação suficiente para reconhecer a facilidade do eixo dianteiro em segurar trajetórias a velocidades elevadas.

Rédea solta aos 300 cv

A zona do Gradil foi um dos palcos onde o novo BMW X2 M35i xDrive deu rédea solta aos 300 cv debitados pelo bloco TwinPower Turbo de dois litros. Enquanto o muro da Tapada de Mafra desfilava a velocidade elevada, o X2 M35i xDrive acompanhava as curvas e ondulações do terreno com movimentos mínimos de carroçaria.

Jante de 20'' do novo BMW X2 M35i xDrive

Uma caraterística interessante na condução em pista, menos agradável em estrada. Principalmente em vias onde as raízes e os remendos do asfalto surgem sem aviso. Juntem-se pneus 245/40 R20 e lá vai o novo BMW X2 a saltitar. Em cidade também não é mais confortável, por muito que o amortecimento adaptativo se esforce por reagir às constantes agressões do piso nacional.

Montando jantes de 17’’, com borrachas 205/65, o iX2 xDrive30 pisa com mais suavidade. A ausência de ruído do motor térmico é compensada pela habitual banda sonora digital. Este parece ser o único efeito da patilha Boost, no lado esquerdo do volante.

Autonomia para mais de 400 km

Promete um empurrão mais forte nas acelerações, mas pareceu apenas ruído. Independentemente da função Boost, os dois motores de 190 cv geram 303 cv de potência combinada e 494 Nm de binário. O suficiente para lançar o novo BMW X2 elétrico até aos 100 km/h em 5,6 segundos.

Traseira do novo BMW X2 M35i xDrive

Conduzido com moderação, o iX2 xDrive30 anuncia 417 km de autonomia. a bateria de 64,8 kWh (capacidade total) precisa de seis horas e meia para repor a totalidade da carga numa wallbox de 11 kW. Num posto de carregamento rápido com 130 kW, a recuperação de carga dos dez aos 80% demora apenas 29 minutos.