Publicidade

Chega no verão de 2022. Nissan desvenda novo X-Trail europeu em Xangai

Texto: Francisco Cruz
Data: 19 de Abril, 2021

Anunciada, naquela que será a sua configuração europeia, para o verão de 2022, a nova geração Nissan X-Trail acaba de mostrar-se ao mundo no Salão Automóvel de Xangai, China, com uma importante novidade: o sistema de propulsão e-Power que a marca nipónica estreou no best-seller Qashqai.

Embora, para já, ainda sem muitas das características técnicas e dimensões oficiais conhecidas, o próximo Nissan X-Trail anuncia-se, assim e desde já, com uma importante evolução tecnológica, neste caso, no capítulo dos motores.

De resto e sobre o sistema e-Power, importa recorda que difere daquilo que é um sistema híbrido convencional, por recorrer ao motor de combustão, apenas e só para carregar as baterias que servem de apoio ao motor elétrico. O qual, ligado ao eixo dianteiro, é o único responsável pela locomoção do veículo.

Caso o sistema seja exactamente o mesmo que é utilizado no Qashqai, tal significa que a escolha passará por um bloco térmico 1.5 a gasolina, conjugado com uma bateria de alto rendimento e motor elétrico posicionado à frente, garantindo uma potência total de 190 cv.

LEIA TAMBÉM
Mais premium. Novo Nissan Qashqai chega no verão

A par desta solução técnica, a presença, igualmente, do já conhecido sistema e-Pedal, o qual permite ao condutor arrancar, acelerar e desacelerar, utilizando, apenas o pedal do acelerador. Sendo que a Nissan garante que não é preciso mais, em 90% das situações do dia-a-dia.

Desvendado no Salão Automóvel de Xangai, que esta semana abre portas ao público, o X-Trail confirma, também e desde já, linhas exteriores e interiores idênticas às do irmão gémeo norte-americano, o Rogue. E a que acresce uma versão fortemente atualizada da plataforma CMF-C, desenvolvida pela Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi.

Aliás e embora continue a ser proposto com a possibilidade de acomodar até sete ocupantes, a marca nipónica também assegura que esta quarta geração continuará “suficientemente compacta para permitir manobras de estacionamento fáceis”.

Aliás e embora as dimensões definitivas do X-Trail ainda não tenham sido divulgadas, o mais certo é que surjam algumas novidades, neste capítulo, face ao modelo ainda em comercialização. Até porque, por exemplo, o Rogue norte-americano, regista uma diminuição de 38 mm no comprimento e 5 mm na altura, face ao antecessor.

Já no capítulo técnico e embora a Nissan nada tenha ainda revelado sobre este tema, é provável que o X-Trail adopte a solução estreada no Qasqhai, de uma nova suspensão dianteira, a par de uma configuração de direcção mais reactiva, como forma de evoluir o desempenho dinâmico.

Confirmada, está, pelo contrário, o lançamento de uma versão de tracção integral, com sistema de modos de condução especialmente vocacionados para utilização em pisos de neve, lama e cascalho.

A terminar, referir apenas que, pelo menos para já, não existem quaisquer indicações sobre as alterações no preço que esta nova geração do X-Trail trará. Embora, o mais certo seja que estas ocorram… para cima.