Nissan falha Frankfurt e ‘goza’ com o salão automóvel

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 12 Setembro, 2019

A Nissan está a lançar o novo Juke, um dos carros mais importantes para a marca em território europeu e teve uma ideia bastante original para promover o seu novo automóvel.

Apesar do Juke ser um fenómeno de vendas na Europa, o fabricante nipónico optou por não se fazer representar no Salão Automóvel de Frankfurt, que é “apenas” o maior do mercado europeu. 

A marca nipónica, por seu lado e tal como outros fabricantes automóveis, avaliou a sua presença no certame germânico e, face às despesas (4 e 10 milhões de euros por stand), resolveu que não iria estar presente no evento.

Mas se de facto virou as costas ao Salão Automóvel de Frankfurt, a Nissan decidiu também “brincar” com a sua ausência no mesmo, criando um “expositor alternativo”.

Os japoneses resolveram montar o seu próprio stand na cidade imaginária de Francfort (tradução para francês), que na verdade, é uma aldeia de Charente-Maritime, em França.

O stand da Nissan de Francfort foi, até agora, visitado por 150 proprietários do Juke actual, interessados em conhecer a nova geração deste modelo.

É facto que é um número bastante inferior ao que poderiam conseguir na cidade alemã, mas também os custos deste stand serão bastante menores.