Publicidade

Não deixe que a mudança de hora afete a sua condução


Data: 27 de Outubro, 2017

A mudança de hora inevitavelmente mexe com o nosso relógio biológico, e em outubro e março lá chega aquele dia de ajustar os relógios e ir dormir uma hora mais cedo ou mais tarde, consoante seja primavera ou outono. Dia 29 de outubro de 2017, na madrugada do próximo domingo, chega esse dia, e, porque falamos de automóveis, compilámos aqui vários conselhos para que este “mini jet lag” não cause problemas quando conduz. Saiba como anular os efeitos da alteração da hora – afinal é sempre melhor prevenir do que remediar.

Esteja preparado para a mudança de hora
A mudança de hora não é algo que nos apanha de surpresa. Portanto, podemos preparar o nosso corpo nos dias anteriores, ajustando também o tempo para dormir.
Desta forma, quando for conduzir no dia seguinte à mudança de hora os seus reflexos estarão na plenitude das suas capacidades.
Não exagere no consumo de cafeína
Se não se antecipou à mudança de hora, tenha em consideração o abuso do consumo de cafeína.
O consumo excessivo pode ter como consequência o acelerar do sistema e o aumento do stress… contraproducente para uma condução calma.
Menos luz, mau humor
A correlação entre o tempo de horas de luz e alterações de humor pode variar de pessoa para pessoa. Mas, com a redução das horas de exposição à luz natural, não deixe que uma possível alteração de humor afete a sua capacidade de condução.
Conduza, se possível, acompanhado quando cai a noite para animar a sua viagem e quebrar a monotonia.
Verifique o estado das luzes do veículo
Como anoitecerá mais cedo e o clima também mudará, não custa confirmar que todo o sistema de iluminação do automóvel está operacional.
Garantir o seu bom funcionamento evita surpresas desagradáveis durante a noite ou em dias escuros, bem como possíveis multas…