Óleo motor

Publicidade

Vai mudar o óleo do carro? Saiba que lubrificante comprar e como fazer

Texto: David Espanca
Data: 5 de Julho, 2022

Chega a altura de mudar o óleo do carro e um sem número de questões levantam-se, sendo que, a primeira, é mesmo, que tipo de lubrificante comprar. Vamos, então, dar-lhe algumas dicas, que o ajudarão na escolha e utilização!

Para um motor funcionar corretamente, deve ser constantemente abastecido com óleo, já que as partículas finas contidas no combustível, podem deteriorar o motor. Num motor bem lubrificado, estas acabam por se misturar com o óleo, ficando, em seguida e de forma mais fácil, presas no filtro de óleo.

Daí que seja muito importante substituir o óleo do motor, assim como o filtro, de forma regular, para conservar o bom funcionamento do motor. Embora e quando chega a altura de o fazer, as coisas possam complicar-se, se não for escolhido o lubrificante certo para o motor.

O óleo deverá ser substituído passados dois a três anos, caso não atinja os km recomendados

Com certeza que já se deparou com uma enormidade de óleos lubrificantes disponíveis no mercado, de várias marcas e, sobretudo, com muitas letras e números. Vamos tentar ajudar a escolher então o mais adequado para o seu motor.

Em princípio, a regra de ouro é escolher aquele que é recomendado pelo fabricante do seu carro, porque, apesar das questões de marketing relacionadas com uma ou outra marca, a verdade é que, é ele quem conhece melhor o seu veículo.

Substituir óleo aos 10 ou 15 mil km

Hoje em dia, os óleos de motor dividem-se em três categorias: minerais, sintéticos e semissintéticos. No entanto, o óleo que é mais aceite é o sintético, porque permite que seja utilizado em qualquer tipo de combustão, seja gasolina ou gasóleo.

Qualquer que seja o tipo de óleo, ele deverá ser substituído, por completo, dentro dos períodos recomendados, quer utilize muito o seu veículo, quer esteja parado na garagem.

Regra geral, isso deverá ser feito aos 10 mil ou aos 15 mil km. Caso não atinja esta quilometragem, terá de o fazer a cada dois ou três anos, pois trata-se de um produto com data de validade.

LEIA TAMBÉM
O óleo do meu carro está negro. Devo mudá-lo?

Mas, então, que lubrificante comprar? Já com a hipótese de um óleo mineral posta de parte, em detrimento de um sintético, é chegado o momento de interpretar os números e as letras que vêm em cada embalagem!

Por exemplo, um lubrificante que tenha a nomenclatura 10W 40, o 10 é a fluidez e o W significa Inverno (winter). Quer dizer que a fluidez no inverno é normal-baixa (de acordo com os padrões SAE), quando se trata de arrancar com o veículo frio (quanto menor esse índice, mais fácil), ao passo que o 40 representa o nível de viscosidade indicado do óleo, quando o motor atinge a temperatura ideal a quente.

Gasolina ou Diesel: o código API

De acordo com o API (American Petroleum Institute), todos os óleos de motor dividem-se em duas categorias, cada uma contendo várias classes: S para motores a gasolina; C para motores a gasóleo.

Qualquer que seja o tipo de óleo, ele deverá ser substituído por completo
Qualquer que seja o tipo de óleo, ele deverá ser substituído por completo

Na maior parte dos países, existem quatro classes aprovadas para cada tipo de motor. Na gasolina é o caso do SJ (para motores fabricados antes de 2001), SL (adequado para unidades de potência produzidas antes de 2004), SM (motores produzidos em 2010 e anteriores) e SN (motores a partir de 2010).

No que respeita ao Diesel, os óleos de grau C são mais complexos. O CH-4, introduzido em 1998, é adequado para motores que funcionam com combustível de alta qualidade com conteúdo de enxofre até 0,5% de peso; o CI-4, introduzido em 2002, garante uma proteção confiável do motor e do sistema de escape dos depósitos de fuligem e evita o desgaste prematuro dos seus elementos.

Já o CJ-4 possui uma estabilidade à temperatura elevada, resistência à oxidação e vida útil mais longa, enquanto o CK foi desenvolvido para proteção de motores produzidos em 2017, podendo ser usados opcionalmente em modelos de motores anteriores.