Mercedes SLR a caminho do regresso?

Texto: Nuno Fatela
Data: 8 Março, 2019

A famosa insignia da casa germânica poderá ser novamente usada a curto-prazo, fazendo fé num registo do nome por parte da marca da estrela. Recorde também neste artigo os Mercedes SLR que nos maravilharam ao longo dos tempos…

Sport Leicht-Rennen. Ou, no inglês, Sport Light Racing, um carro desportivo de baixo peso. Esta é a expressão completa para o que significa SLR, a famosa sigla que encantou todo o mundo das duas vezes que a Mercedes a decidiu aplicar, primeiro com o 300 SLR da década de 1950 e depois com o modelo que juntou a marca da estrela à McLaren no início deste milénio. Duas máquinas fascinantes, tanto na imagem como na mecânica e performances, mas que agora podem ter continuidade num novo membro para o “Grupo do SLR”. Isto porque a marca germânica registou esta designação no início deste mês, o que deixa antever a possível utilização num modelo de produção.

A história do 300 SLR começa com o famoso W196, modelo que deu os dois primeiros títulos à Mercedes na Fórmula 1. Este campeão serviu de base para o 300 SLR, até conhecido internamente pelo nome de código W196 S, e que foi também guiado a vitórias em provas como a Mille Miglia, tendo passado pelas mãos de pilotos como Juan Manuel Fangio e Stirling Moss. Um verdadeiro terror para os seus rivais, este Mercedes SLR original tinha um motor de oito cilindros em linha com 310cv, que o impulsionava até acima dos 300 km/h.

O regresso do SLR dá-se em 2004, com um modelo criado pela Mercedes e pela McLaren. E novamente juntando uma imagem insanamente bela com performances de levar qualquer um à loucura. Portanto, um dos carros “mais loucos” de sempre. Depois de ser lançado, e de ter recebido uma edição ‘722’, o derradeiro Mercedes SLR McLaren foi batizado em honra de Stirling Moss no ano de 2009, e sob o seu capot trotavam furiosos 650 cv oriundos do bloco V8 5,4l. E, mais uma vez, com a velocidade de ponta num patamar bem elevado, aqui situado nos 350 km/h.

Já depois dessa nova demonstração de que os SLR estão num patamar verdadeiramente à parte, foram surgindo diversas informações sobre o potencial regresso deste ícone. Em 2011 foi criada pela marca uma escultura que evocava o nome Mercedes SLR, e depois em 2015 começaram a circular rumores sobre um potencial retorno da sigla para um superdesportivo híbrido. Em 2018 voltaram a repetir-se notícias sobre um potencial novo Mercedes SLR, mas além do projeto de um designer externo à marca, que idealizou uma imagem para esse bólide, não houve qualquer avanço. Mas agora, com o registo do nome feito pela própria Daimler, podemos estar mais perto de ter “fumo branco” e ver um novo SLR na estrada. E isso são seguramente excelentes notícias…

 

Fonte: Motor1

Partilhar