Publicidade

Já circula. Mercedes SL inicia testes de estrada com primeiras fotos oficiais

Texto: Redação
Data: 28 de Agosto, 2020

Anunciada como um regresso às origens, a próxima geração do Mercedes-Benz SL continua o seu desenvolvimento, com vista a uma apresentação, em princípio, já em 2021. Entretanto, teve início a fase de testes em estrada, assinalada e documentada, através de fotos do modelo, ainda de camuflado.

O anúncio foi, de resto, feito pela própria Mercedes-Benz, através da divulgação de várias supostas fotos-espia, mostrando algumas unidades de desenvolvimento, a circularem em estradas alemãs, fortemente camufladas.

No entanto e embora com as imagens a nada revelarem sobre o assunto, certo, parece estar já, que a nova geração SL será, desde a base, um projecto não somente Mercedes, mas também AMG. Ostentando, por isso, a designação Mercedes-AMG e abdicando de uma variante preparada pela divisão mais desportiva da marca da estrela.

LEIA TAMBÉM
Mercedes-AMG regressa a Nürburgring para tentar acabar com a alegria da Porsche

“A próxima geração do lendário SL Roadster vai regressa às origens, as quais residem no automobilismo, em 1952. A Mercedes-AMG, enquanto marca de desportivos e de desempenho da Mercedes-Benz AG, assumiu a tarefa do desenvolvimento geral dos veículos para a reinterpretação do lendário roadster”, afirmou, através de comunicado, a Mercedes-Benz.

“Após extensas etapas de desenvolvimento digital, testes de bancada e testes de simulador, o novo automóvel inicia agora uma fase programada de testes de condução dinâmicos abrangentes – até ao momento no próprio Centro de Teste e Tecnologia do Grupo em Immendingen – e agora, em alguns casos, também nas vias públicas”.

De resto e tomando como exemplo as imagens agora divulgadas, destaque para o facto do futuro do SL, cuja apresentação deverá ter lugar durante o próximo ano, abandonar o tejadilho em metal, para adoptar uma solução em lona.

Desenvolvido pela Mercedes-AMG, esta nova proposta deverá ter como base a plataforma Modular Sports Architecture (MSA) que também deverá servir de base ao próximo GT, graças a um prometido bom equiíbrio entre conforto e eficácia dinâmica.

Quanto aos motores, os rumores apontam para que o próximo SL venha a contar, como motorização de entrada, com um seis cilindros em linha 3.0 litros a gasolina, a anunciar 435 cv, seguindo-se-lhe, um V8 4.0 litros Twin-Turbo, com dois níveis de potência: uma mais “básica” de 522 cv, e uma outra, com “pózinhos” AMG, a anunciar 613 cv de potência. E que deverá ficar reservada para o SL 63.

Ainda assim, esta não deverá ser a versão mais potente, uma vez que, rumores correm, de que poderá vir a existir um SL 73, impulsionado por uma motorização híbrida plug-in, a debitar cerca de 811 cv de potência.