Mercedes usa GPS para recuperar carros com pagamento em atraso

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 27 Agosto, 2019

Ao que parece, é uma novidade no mundo automóvel.

A Mercedes-Benz está a ponderar utilizar os sensores de geo-localização existentes nos carros novos e usados a ser vendidos no Reino Unido estão a chegar às mãos dos novos proprietários com sensores de localização instalados.

Quem o afirma é a própria empresa, citada pelo jornal britânico The Sun,  que acrescenta que na Grã-Bretanha, no último ano, foram vendidos cerca de 170 mil carros, estando parte deles com mensalidades em atraso.

A marca diz que utilizará os sensores de GPS para detetar as viaturas em “circunstâncias excecionais”, especialmente quando os compradores se atrasam no pagamento às empresas de crédito com quem trabalham.

Ainda de acordo com o mesmo órgão de comunicação social, a Mercedes partilhará, desta forma, a informação relativa aos seus clientes com as empresas de recuperação de viaturas, como com os oficiais de justiça daquele país.

Há, no entanto, um entrave legal a esta medida. Perante as atuais leis de proteção de dados da União Europeia, rastrear automóveis sem o consentimento do proprietário ou condutor é considerado ilegal.


David Davis, antigo ministro do governo de Theresa May, pediu ao governo que investigue a legalidade da prática da multinacional alemã.

A Mercedes-Benz não especificou se utiliza já os sensores de localização nos carros.

Imagem: Pixabay