Publicidade

Mercedes oferece antevisão ao design dos futuros compactos

Texto: Nuno Fatela
Data: 27 de Janeiro, 2017

Procurando potenciar ainda mais o sucesso dos Classe A e Classe B, o design dos modelos de menores dimensões da Mercedes vai implementar nos próximos anos uma nova filosofia de estilo, antevista pela escultura Aestethics A.

A Mercedes anunciou mais uma escultura da saga “Aestethics”, que serve para antever as formas dos futuros modelos da marca germânica. Após o Aestethics Nº1 (2010), Aestethics Nº2 e Aestethics 125 (2011) e o Aestethics S (2012), a marca deu agora a conhecer o Aestethics A, que, como o próprio nome indica, remete para o desenho da gama de compactos da marca, onde além do Classe A também figura o Classe B. O objetivo é implementar ao longo dos próximos três anos as linhas suaves e fluídas, apenas cortadas por um vinco longitudinal nas laterais, desta escultura na gama de compactos, onde figuram também o recentemente renovado GLA e os CLA.

A Mercedes afirma que o Aestethics A pretende reconciliar a tradição e modernidade nas formas dos automóveis, partindo da filosofia de estilo Sensual Purity, que tem sido considerada uma das razões para o sucesso da marca germânica (que derivou na obtenção da liderança do mercado premium mundial em 2016). Para tal serão quase totalmente eliminados os vincos e curvas nas linhas dos modelos, como explicou o responsável máximo de design da Mercedes, Gordon Wagener. “Formas e corpo são o que resta quando os vincos e curvas são reduzidos ao extremo. Nós temos a coragem de incluir esta pureza. Em combinação com proporções perfeitas e um design sensual das superfícies, a próxima geração de compactos têm o potencial de anunciar a chegada de uma nova era do design. O design também é a arte da omissão: os dias dos vincos terminaram”.

Através da implementação de amplas superfícies, a marca germânica pretende envolver a imagem dos automóveis num jogo de luzes e sombras, enfatizando assim as proporções dos seus compactos. Foi ainda assinalada a opção por um corpo “três volumes” para esta escultura, que pretende colocar em evidência a crescente procura por esta configuração para a carroçaria dos compactos fora da Europa e pode indicar o surgimento de novidades neste campo por parte do fabricante germânico. É ainda anunciado que a utilização de um expressivo e confiante vermelho como cor de assinatura sublinha a sensualidade e a emoção da Aestethics A, que antevê as formas dos próximos compactos da Mercedes.