Mercedes GLB revelado pela marca

Texto: Nuno Fatela
Data: 11 Junho, 2019

Surgirá no mercado ainda este ano o novo SUV compacto da marca alemã. O Mercedes GLB estará disponível com quatro motorizações distintas e com versões de cinco e sete passageiros

A gama de modelos mais pequenos da Mercedes (famílias Classe A e Classe B) não para de crescer. E agora chegou o seu oitavo representante, o Mercedes GLB, um SUV que está mais vocacionado para uma utilização familiar do que o GLA, como se comprova pelo facto de estar disponível em versões de cinco e sete passageiros. Com quatro motores anunciados para o momento de lançamento, dois gasolina e dois Diesel, o modelo conta com caixas automáticas e poderá surgir em algumas motorizações com o sistema 4MATIC para potenciar as capacidades fora de estrada.

Um estilo mais próximo do Classe G

Ao contrário das formas mais anguladas da generalidade da gama SUV da marca da estrela, o GLB tem uma inspiração mais evidente no Classe G, sendo caracterizado por linhas mais retas. E, como a sua musa inspiradora é um dos modelos com maiores capacidades fora de estrada, também esta nova aposta surge com diversas proteções para a carroçaria, que protegem a viatura quando o asfalto acaba mas decidimos continuar viagem.

 

“Irmão” do GLA e rival de propostas como o BMW X1 e o do Audi Q3, o novo SUV compacto da Mercedes apresenta 4634mm de comprimento, 1834mm de largura e 1658 mm de altura (1662mm na versão de sete passageiros). Isto significa que o GLB é mesmo 20mm mais alto e 21mm mais comprido que o renovado GLC, embora seja 56mm mais esguio. Na distância entre os eixos, trunfo para a habitabilidade, temos 2829mm, o que permitiu à marca alcançar cifras que anuncia serem líderes no segmento. Falamos dos 1035mm de altura nos lugares dianteiros e os 967mm para as pernas na segunda fila de bancos.

Apresentado a habitual organização estética dos modelos da marca, o Mercedes GLB conta com painéis nas portas e à largura do tablier, em conjunto com decorações em alumínio, para enaltecer o ambiente a bordo. E na versão de cinco passageiros anuncia uma bagageira de 560L, que se podem estender até 1755l após o rebatimento dos bancos numa relação 40:20:40. Para as versões de sete passageiros merecem destaques dois atributos que facilitam o acesso aos (não muito altos) lugares traseiros, o deslizamento em 140mm da segunda fila de bancos (dividida em 40:60) e a funcionalidade ‘Easy Entry’.

 

Venham de lá os estradões…

O novo Mercedes GLB surge com quatro motorizações, existindo blocos 1.33l e 2.0l a gasolina e apenas motores de dois litros para as versões a gasóleo. Equipado com uma transmissão automática 7G-DCT, o GLB 200 consegue extrair 163cv e 250Nm do seu motor 1,33l, anunciando consumos médios de 6.0l/100km. Surge depois o GLB 250, em que o bloco 2.0 alcança os 224cv e 350Nm, canalizados pela 8G-DCT. Com consumos de 7.2 l/100km, é o mais veloz no sprint 0-100km/h, cumpridos em 6,9 segundos.

A gama Diesel, sempre com caixa automática de oito,  começa com o GLB 200d, que debita 150cv e 300Nm. Este é o motor mais poupado da gama, cotado nos 4,9 l/100km, e pode surgir com a tração integral 4MATIC que é de origem no GLB 250d de 190cv e 400Nm. De referir que, além da tração integral que pode atuar nos modos ECO (80% do binário para a dianteira e 20% para o eixo posterior), Sport (70:30) e Off-Road (50:50), o novo Mercedes GLB também poderá equipar um pack para aventuras fora de estrada, que adiciona apoios como o auxílio para descidas mais ingremes. A terminar, informamos que o SUV tem uma suspensão McPherson no eixo dianteiro e multibraço para a retaguarda.

 

Veja também:

Mercedes Classe G: A tradição ainda é o que era…
Mercedes GLC atualizado para 2019
Mercedes desvenda o mais potente motor de quatro cilindros
Mercedes-AMG A45 quase a nú (vídeo)
Versatilidade desportiva: Nova Mercedes-AMG CLA 35 SB